Doenças Psicossomáticas – A Relação entre o corpo e a mente

09 jan 2018 | Comente | By

Corpo e mente não suportam muitos sentimentos ruins, e encontram formas de manifestar os problemas por meio de doenças.

O termo doença psicossomática é bastante utilizado quando uma doença física ou não, tem seu princípio na mente. O que leva os pacientes de vários hospitais a uma consulta em conjunto com um psicólogo, psicoterapeuta e psiquiatra.

Essa conduta, que pode partir dos médicos que acompanham o caso, gera muitas dúvidas ao paciente. “Como algo é psicológico se dói no corpo?” O fato de que uma pessoa tenha uma doença psicossomática não significa que a dor e a enfermidade não existem. Pelo contrário, o corpo realmente está em sofrimento, com dores, feridas, descontroles e descompensações orgânicas, que inclusive são até dificilmente controladas com medicamentos e os recursos da medicina tradicional.
As doenças psicossomáticas podem se manifestar em diversos sistemas que constituem nosso corpo, como por exemplo: gastrointestinal (úlcera, gastrite, retocolite); respiratório (asma, bronquite); cardiovascular (hipertensão, taquicardia, angina); dermatológico (vitiligo, psoríase, dermatite, herpes, urticária, eczema); endócrino e metabólico (diabetes); nervoso (enxaqueca, vertigens); das articulações (artrite, artrose, tendinite, reumatismos).

É comum, nos casos de doenças psicossomáticas, que o paciente enfrente dificuldades no diagnóstico e até insucesso dos tratamentos propostos, gerando uma passagem por vários médicos especialistas em busca da cura ou alívio.

O diferencial mais importante para se considerar uma doença como psicossomática é entender que a causa principal desta descompensação física que aparece no corpo, está dentro do emocional da pessoa, ligada, portanto à sua mente, aos seus sentimentos, à sua afetividade. E esta variável emocional se torna importante tanto no desencadeamento de um episódio, de uma crise, quanto no aumento e/ou manutenção do sintoma, conforme cada pessoa.
A mente e o corpo formam um sistema único (mais…)

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Estresse, depressão e ansiedade como identificar e tratar – Maus do século

08 jan 2018 | Comente | By

Como diferenciar estresse, depressão e ansiedade
O estresse, a depressão e a ansiedade são os três transtornos psicológico mais comuns. É imprescindível conhecer seus sintomas para buscar uma solução adequada.

A cada dia, escutamos essas três palavras com mais frequência. De fato, hoje em dia esses são os três transtornos psicológicos mais habituais. O estresse, a depressão e a ansiedade podem manifestar-se separadamente ou em conjunto. Por isso, é imprescindível conhecer os sintomas de cada um desses problemas que, felizmente, têm solução.
Como tais transtornos nos afetam
De acordo com estudos, estes três transtornos mudam nossas percepções de vida diretamente. Afetam o nosso cérebro e a forma como nos relacionamos com os demais. Modificam também a nossa autoconfiança, o entusiasmo e as expectativas em uma tarefa ou trabalho.
E, entre outros problemas, fazem com que as nossas defesas imunológicas baixem. A zona pré-frontal do cérebro é onde a depressão, a ansiedade e o estresse atacam, isto é, onde o pensamento mais avançado se desenvolve, onde imaginamos o futuro, avaliamos estratégias para solucionar problemas e tomamos decisões. Além disso, esta zona está bastante relacionada com o sistema límbico ou cérebro emocional.

 

Estresse: o que devemos saber?
O estresse é uma palavra que hoje em dia está na boca de todos. Pode aparecer após qualquer situação ou pensamento e nos fazer sentir ansiosos, furiosos ou frustrados. Por isso, os médicos dizem que ter estresse em níveis baixos é bom. No entanto, a situação é inversa quando ele aumenta. Estresse em excesso nos predispõe a sofrer todo o tipo de doenças, tanto físicas, como psicológicas. Por exemplo, o estresse pode levar a um baixo nível de açúcar no sangue, à hiperatividade das tireoides, ao ataque cardíaco, ao aumento da secreção da bílis ou do colesterol nas artérias.
Alguns dos sintomas habituais são as dores abdominais ou de cabeça, dificuldades para tragar ou digerir alimentos, enjoos, respiração agitada, insônia, frequência cardíaca irregular, sudorese excessiva, transtornos do sono, cansaço, fadiga, falta de concentração, problemas no rendimento sexual e pesadelos. Em alguns casos, o estresse se manifesta em forma de fobias ou transtornos psicológicos.

Pesquisas afirmam que uma dieta deficiente em vitamina B12 também pode levar ao estresse. O mesmo acontece com o consumo excessivo de substâncias como o álcool, a nicotina ou medicamentos para a tireoide.

 

Quando o estresse faz parte da rotina, a pele é uma das mais afetadas. A tensão provoca alterações hormonais diversas no corpo e libera algumas substâncias na corrente sanguínea. Com isso, há uma queda na imunidade e o corpo fica mais vulnerável a infecções e outros problemas. “No rosto, por exemplo, é visível o surgimento de descamações, áreas avermelhadas e ressecadas, olheiras e pele sem brilho”, conta o dermatologista Anderson Bertolini, diretor médico da Clínica Bertolini, em São Paulo. Peles oleosas também ficam com os poros mais dilatados e a derme mais grossa. Conheça outros problemas da pele estressada (mais…)

Planeta Biologia

11 nov 2017 | Comente | By

Os principais biomas Brasileiros

 

Clique aqui para ser direcionado a pagina …

Planeta Biologia – Videos, aulas, games, apostilas. Para estudar ou dar aula.

O Brasil é um dos países mais ricos do mundo não só em biodiversidade, mas na quantidade de diferentes ecossistemas que formam por sua vez os biomas entre em um mundo extremamente  curioso através do.:    Planeta Biologia   

Direitos adquiridos no exterior ao possuir Dupla Cidadania no Brasil

23 ago 2017 | Comente | By

Vantagens de ser Europeu

Se você vem acompanhando os noticiários, já faz ideia do que passam os brasileiros que residem no exterior.
Viver ilegalmente fora do Brasil, ou ainda com vistos de estudante e turista, não é tarefa fácil, deixando o cidadão brasileiro sujeito às práticas abusivas das autoridades públicas, principalmente, dos países da América do Norte e da Europa.Dupla cidadania
Não são poucos os casos de deportação de estrangeiros em todo o mundo, o que impõe ao imigrante ilegal humilhações e condições precárias de sobrevivência nesses países.
A nossa preocupação é com você que está ilegal, ou que está pensando em se tornar um, em qualquer lugar do mundo, sem saber que tem direito a Cidadania europeia herdada de seus antepassados. Portanto, antes de sair do Brasil com visto de estudante ou mesmo pretendendo entrar ilegalmente em algum país, pesquise se você tem direito a Cidadania Italiana, evitando grandes problemas e danos irreparáveis.
O direito à Cidadania Italiana abre novos horizontes a todos aqueles que têm a oportunidade de exercê-lo, deixando para trás todas essas dificuldades e temores.
Basicamente, não há diferença entre a Cidadania reconhecida ao descendente e aquela dos que nasceram na Itália.
Os direitos derivados da Cidadania obtida não diferem em nada daqueles de que são titulares os italianos-natos. De fato, os direitos a saúde, educação, os benefícios sociais e previdenciários a que tem direito os cidadãos italianos são iguais, independentemente da origem da sua Cidadania.
Os italianos nascidos no exterior possuem os mesmos direitos daqueles nascidos na Itália. Não existem cidadãos de primeira e segunda categoria. Todos os cidadãos italianos são iguais perante a lei. Ainda, como a Itália pertence à Comunidade Europeia, o cidadão italiano não tem restrições para a locomoção, moradia, trabalho, estudos e negócios entre os países Europeus. Alem disso, o cidadão não sofre restrição quanto à sua permanência em outros países que não sejam europeus, como os Estados Unidos, Canadá e Japão, por exemplo.
Não se pode negar que o reconhecimento da Cidadania Italiana traz benefícios, facilidades e vantagens. Mas para isso, você deve concentrar suas energias na pesquisa de suas raízes, juntando todos os dados necessários à verificação, reconhecimento e, consequentemente, usufruto de seus direitos. Portanto, para isto acontecer voce deverá dar entrada no processo de reconhecimento de sua cidadania Italiana.

Principais vantagens:

Ao tornar-se cidadão italiano, você poderá ali residir pelo tempo que quiser, e desfrutar plenamente dos mesmos direitos e obrigações de quem é natural, quanto à moradia, trabalho, estudo, política (progressiva), lazer, assistência médica, etc. Terá direito inclusive a aposentadoria, depois de atendidos os requisitos legais (trabalho registrado, pagamento de contribuições, tempo de serviço, etc.).
Você terá os mesmos direitos que o Europeu para votar, comprar casa, ajuda desemprego, contas bancárias, abrir firmas, negócios, business, mercados e muito mais além de não precisarem de visto de entrada e saída dos países da comunidade.
Você simplesmente tem todos os direitos que um cidadão italiano, pois, você com a cidadania, também é um italiano.
A sua cidadania também poderá ser transmitida aos seus descendentes.

Vantagens para o Trabalho:

Ser um cidadão com dupla nacionalidade traz alguns benefícios e facilidades, como a garantia de emprego legal sem a necessidade de trâmites burocráticos. Você poderá trabalhar em todos os estados membros da União Europeia.
No mercado de trabalho, a dupla cidadania pode ser um diferencial no currículo, pois a pessoa com experiência em viagens e em assuntos internacionais transmite conhecimento e cultura.
Trabalhar como Livre Profissional na União Europeia se convalidou o título de estudo, diploma universitário, doutorado, master, etc.

Vantagens nas Fronteiras e Residência:

Lembro-lhe também que de acordo com a Lei europeia (União europeia) as fronteiras dos países pertencentes à comunidade deixaram de existir virtualmente. Isto significa que como cidadão italiano, é lhe conferido o direito a residir em qualquer um dos (mais…)

Falta de ar – dispnéia, causas e tratamentos

25 jun 2017 | Comente | By

O cansaço e falta de ar são sintomas que costumam andar juntos, por isso, são muitas vezes tratados pelos pacientes como se fossem a mesma coisa. Mas não são. A falta de ar, designada na medicina como dispneia, é uma sensação de dificuldade para respirar. É a impressão de que a quantidade de ar que entra nos pulmões é insuficiente. Pode-se manifestar também como uma dificuldade para expulsar o ar já respirado.
O cansaço ou a fadiga, é a dificuldade de se realizar esforços, mesmo que mínimos, como escovar os dentes ou pentear os cabelos.
O cansaço e a falta de ar costumam estar juntos, mas podem surgir isoladamente. Neste texto vamos falar apenas sobre a falta de ar.
A dispneia apesar de parecer um sintoma muito subjetivo, na verdade não é. A sensação de falta de ar realmente é muito individual, mas nós médicos, através do exame físico e de análises, conseguimos determinar muito (mais…)

Linhaça – Benefícios, contra indicações e como consumir

12 maio 2017 | Comente | By

Os benefícios da semente de linhaça incluem a defesa do organismo e o retardo do envelhecimento das células, protegendo a pele e prevenindo doenças como câncer e problemas cardíacos.
A semente de linhaça é a mais rica fonte de ômega 3 existente na natureza e os seus benefícios podem ser obtidos tanto na linhaça dourada quanto na marrom, sendo importante triturar as sementes antes do consumo, pois a linhaça inteira não é digerida pelo intestino.
Assim, o consumo regular dessa semente traz benefícios como:
Melhorar a prisão de ventre, porque é rica em fibra que facilita o trânsito intestinal;
Ajudar a controlar o açúcar no sangue, pois o seu conteúdo em fibra impede que o (mais…)

Alfarroba o chocolate do futuro

05 maio 2017 | Comente | By

Alfarroba

A alfarroba é um fruto da árvore Ceratonia Siliqua e bastante conhecida como um substituto saudável do chocolate.
Sim, o gosto é praticamente o mesmo do cacau.
A Alfarrobeira é uma árvore selvagem, nativa da costa do Mediterrâneo. A alfarroba é sua vagem comestível, semelhante ao feijão, de cor marrom escuro e sabor adocicado, utilizada pela indústria de alimentos na produção de gomas e espessantes.
Como a alfarroba é naturalmente doce, dispensa adição de açúcar no preparo dos alimentos que contém o fruto.
A maioria dos chocolates que existe hoje no Brasil é de má qualidade, com muito açúcar e gordura e pouca manteiga de cacau.
Como já sabemos dos malefícios para saúde desses ingredientes péssimos contidos no chocolate, o consumo de produtos com alfarroba é uma alternativa saborosa para você (mais…)

1 2 3 465