Atração fatal ou traição virtual. Eis a questão

08 dez 2010 | By

Quem nunca ouviu falar em traição virtual?
Todos que freqüentam a web já se depararam com a seguinte questão:
Existe traição virtual?
Muitas pessoas que são casadas na vida real acabam se envolvendo com outras e mantendo um casamento no Second Life.
A questão é:  até onde o relacionamento virtual pode ser considerado uma traição?
Os parceiros reais nem sempre concordam, muitas vezes, tudo termina em divorcio real.
Um caso que surpreendeu o mundo virtual foi a morte de Brian Barret, um jovem de 22 anos que foi assassinado por Thomas Montgomery, 47 anos.
O crime aconteceu em Nova York e o pivô do crime uma mulher de 40 anos. Talvez, fosse apenas mais um crime se o motivo não fosse uma traição virtual, o jovem se envolveu com a mulher que se passava por uma garota de 18 anos e usava as fotos da filha. A mulher ficou sabendo sobre Barret através de seu outro amante virtual, Montgomery, que dizia ter também 18 anos. Ela usava MySpace, Yahoo Messenger e Pogo.com para se comunicar com seus parceiros.
E a vida real?

Segundo pensamentos de Gwenwifer Parx:
“O second Life é visto como um jogo, onde cada um encarna um personagem, cria sua própria “estória”, paralela à vida real, assim, a relação amorosa no SL não seria traição. Muitos pregam que vive a vida SL igual a da RL ou não faz diferença entre as duas, dando a mesma importância a um relacionamento SL quanto a um real. Se ambas têm o mesmo grau de importância, isso desqualifica o argumento de que estão jogando, é apenas uma brincadeira”.
Curiosamente, uma traição envolvendo somente parceiros virtuais, pode tomar uma proporção enorme no fator emocional, a pessoa pode chegar a ficar doente, casos em que a pessoa traída entra em depressão não são raros. Mas o que chama atenção é o fato que a pessoa esquece do parceiro na vida real, não questiona seu comportamento como faz com o parceiro virtual .
Para muitos, a traição acontece quando apenas há contato carnal, outros consideram traição os sentimentos ,desejos, destinados a outra pessoa que não seja seu parceiro oficial. Questionar a estabilidade do relacionamento real não é o ponto, cada um deve rever o seu conceito de traição e estabelecer o que é realmente deseja para sua vida.
——————————————————————————
“Traição, dependendo do ponto de vista pode ser uma forma de temperar um relacionamento monótono ou quase sem vida, o problema é conseguir  por limites para que as suas consequências não cheguem aos extremos.” (Rick Reymond)
Conhecer alguém interessante via e-mail ou salas de bate papo, tem sido fascinante para muitas pessoas. E a cada dia se torna mais fácil.
Para algumas pessoas a traição virtual através da Internet tornou-se um entretenimento e para outras um pesadelo.
A Internet é uma porta aberta para o mundo.
Muitos homens e também mulheres casadas, exibem páginas até com fotos em sites de relacionamentos. Esta é a realidade.
A busca de um novo amor pela Internet não é somente de jovens, na realidade não tem limite de idade. É possível que a falta de comunicação entre os casais e a rotina, sejam alguns dos fatores que levam o indivíduo a procurar outra pessoa pela internet.
“Em pouco tempo, a internet será a forma mais freqüente de infidelidade. Qualquer um pode constatar isso; o computador já perturbou as relações familiares”,
“A infidelidade sempre existiu, mas a internet facilita as coisas, desinibe e permite passar do sigilo virtual à realidade”,
Essa prática envolve, a princípio, pessoas de 35 a 45 anos, ou seja, aqueles que já estão um pouco cansados da vida conjugal, que têm vontade de fazer outras coisas e não temem as novas tecnologias
Para os jovens, os encontros –inclusive sexuais– pela internet são algo completamente normal

A infidelidade virtual pode ganhar formas variadas e insuspeitas, colocam em risco a relação de um casal. O fenômeno é estudado pelo Instituto Britânico de Estatísticas, segundo o qual a internet é um fator-chave para o aumento do número de divórcios.

Desde os chats com desconhecidos até os fóruns especializados ou os encontros na vida real, passando por diversos artifícios para tornar o computador mais erótico, como as experiências , ou mudança virtual de sexo, as possibilidades são muitas.

O que é traição?

“Traição, como uma forma de decepção ou repúdio da prévia suposição, é o rompimento ou violação da presunção do contrato social (verdade ou da confiança) que produz conflitos morais e psicológicos entre os relacionamentos individuais, entre organizações ou entre indivíduos e organizações. Geralmente a traição é o ato de suportar o grupo rival, ou, é uma ruptura completa da decisão anteriormente tomada ou das normas presumidas pelas outros.” (wikipédia)

É difícil definir quando existem inúmeras formas de trair, e elas estão presentes em relacionamentos amorosos , entre amigos e até mesmo dentro de um convívio familiar. A traição com certeza é um grande problema para o ser humano, pois mexe com nossos sentimentos e as nossas emoções.

” lidar com uma traição não é coisa fácil, pois é como se tivéssemos que reconstruir nosso coração, pedacinho por pedacinho”.

Cada pessoa tem uma definição diferente, então o que para alguns significa traição, para outros pode não ser considerado algo tão grave.

Por que trair?

Mas o que leva uma pessoa a trair? A maioria delas diz que não são completamente felizes com a pessoa com quem estão. Nesse momento é que eles buscam uma nova “aventura” ocorrendo assim, a traição. A partir disso pode-se concluir que hoje em dia a maioria dos casais casam sem se amar. O tempo desgasta a vitalidade da relação, abrindo portas para a traição.

São muitos os motivos que levam a traição, como vingança, desejo, insatisfação e também por deslizes…Quando a pessoa esta confusa, nervosa ou até mesmo triste, ela costuma fazer coisas sem pensar, e é ai que esta o problema. Novamente os sentimentos tomam conta da situação! Na maioria das vezes a culpa da traição é toda da intensidade dos nossos sentimentos! Ninguém esta livre de ser traído ou até mesmo trair. Por isso, devemos tentar compreender e analisar o porque daquela traição.

Quem trai mais: Homens ou Mulheres?

“Uma pesquisa da Universidade Federal do Rio de Janeiro aponta que 60% dos homens confessam a traição contra 47% das mulheres. Esses dados são o resultado de um estudo que vem sendo feito desde 1989 por Mirian Goldenberg, professora do departamento de Antropologia Cultural do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais.” (Terra)

Perdoar ou Não?

Eis a questão!

É difícil manter um relacionamento onde não existe confiança no parceiro, e depois de um “deslize” essa confiança fica abalada ou totalmente destruída.

Esse é um assunto bem complicado e que diz respeito a cada um saber se vai dar uma nova chance ou não.

O importante é avaliar bem a situação e os motivos que levaram a traição, de preferência em um momento em que você esteja calmo(a), para que não haja arrependimentos.

“Você entrou para o mundo virtual em site de relacionamento se  voce é casado, já esta traindo, pense bem isso é real”.

————————————————————————————————————————————————————————–

Parte material  retirado  de:  http://gwenwifer.blogspot.com/

Edição e reportagem: Rick Reymond

2 comentários em “Atração fatal ou traição virtual. Eis a questão

  1. Belo assunto !!! parabéns !!! :wink:
    Porém perdoar ou não depois de confiança abalada ou destruída :ermm:
    Dou um conselho para que tudo fique na paz , pelo menos quase sempre no SL hahahahhah
    Mantenha um relacionamento aberto, onde você e seu parceiro tenha a liberdade de ficar com quem deseja dessa forma , não se trata de traíção algo em que os dois concordam, assim não terá problemas nunca….. :wink: :tongue:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: