Minha alma como a noite †

24 jul 2010 | By


Um manto negro
De estrelas revestidas em lágrimas
Com a lua solitária
Com sua beleza triste
Envolta da eterna escuridão
Como sua luz mortiça
Ou como uma noite nublada
Fria
Com suas nuvens negras
Que guardam uma grande tempestade
Que guarda as eternas sombras
Minha alma sempre será como a noite
Eternamente escura
Fria
Eternamente solitária
Com sua luz morta
Tempestuosa
Sombria
Guardando dentro de si o dilúvio de lágrimas vazias

Autor: Desconhecido
Fonte: luso-poemas.net

2 comentários em “Minha alma como a noite †

  1. Elvira SLNo Gravatar disse:

    Gostei do gif, parece aquelas animações de trem-fantasma do SL…
    Falando nisso, vcs conhecem um bom parque de diversões SL, que tenha trem fantasma?

  2. Elvira SLNo Gravatar disse:

    Imagem off removida

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: