O que a Morte realmente significa?

14 jun 2010 | By

Morte: A própria palavra desperta o medo no coração das pessoas. Elas consideram a morte tão incompreensível quanto inevitável. Mal conseguem falar a respeito, perscrutar além da palavra em si e se permitir contemplar suas verdadeiras implicações. Esta é uma reação compreensível, pelo fato de que tantas pessoas pensam sobre a vida como nada mais que um estado no qual o corpo humano está biologicamente ativo. Mas é hora de nos perguntarmos: o que acontece após a morte, se é que acontece? O que a morte realmente significa? Como aqueles que sobrevivem aos entes queridos devem reagir?

 

O mistério da morte é parte do enigma da alma e da vida em si: entender a morte significa realmente entender a vida. Durante a vida como a conhecemos, o corpo é vitalizado pela alma; na morte, ocorre uma separação entre o corpo e a alma. Porém a alma continua a viver como sempre fez, agora livre das restrições físicas do corpo. E como o verdadeiro caráter da pessoa – sua bondade, virtude e altruísmo – estão na alma, é lógico presumir que ele ascenderá a um estado mais elevado após cumprir suas responsabilidades na terra.

Portanto, antes que possamos realmente responder a pergunta “O que é a morte?” devemos primeiro perguntar: “O que é a vida?”

Por definição médica, a vida ocorre quando o cérebro e o coração da pessoa estão em funcionamento. Porém uma pessoa pode estar biologicamente viva mas não estar viva; respirar, caminhar e falar são apenas as manifestações daquilo que chamamos vida. A verdadeira fonte da vida, a energia que permite ao corpo funcionar, é a alma. E a alma, como está conectada com D’us, o Doador da vida, é imortal.

Embora as manifestações de vida possam cessar com a morte, a alma continua a viver, somente numa forma diferente. Como um ser humano pode estar conectado à vida eterna? Ao viver uma vida material que funde o corpo e a alma, portanto conectando-se a D’us. Uma pessoa que transforma seu corpo num veículo para amor e generosidade é uma pessoa que nutre a sua alma eterna.

  • O que a morte significa para os que ficam?

Embora a morte represente a elevação da alma para um nível mais alto, mesmo assim continua sendo uma experiência dolorosa para os sobreviventes. Ao mesmo tempo, deve servir – como devem todas as experiências na vida – como uma lição. Devemos ver a morte não como uma força negativa, mas como uma oportunidade de crescimento.

Como a morte provoca emoções tão fortes, devemos ter uma canal livre através do qual as expressamos, para que a dor cicatrize de maneira construtiva. Quando morre um ente querido, surgem duas emoções fortes e conflitantes: a tristeza pela perda e confusão sobre o futuro. Os Sábios nos ensinam que seria bárbaro não prantear, mas que não devemos prantear por mais tempo que o necessário. Uma semana de luto é suficiente; de outra forma, a morte da pessoa se torna uma presença em si, continuamente nos entristecendo e impedindo nosso progresso na vida.

Mas por que devemos refrear nosso sofrimento e tristeza naturais pela morte de um ente querido? A dor é um sentimento, afinal, e os sentimentos não podem ser controlados, podem? Não é errado estabelecer limites em nossa dor, ou tentar canalizá-la para uma determinada direção?

Sim, sentimentos são sentimentos, mas podemos escolher se vamos senti-los de maneira produtiva ou destrutiva. A chave neste caso é entender a morte pelo que ela é, celebrar seu elemento positivo: um enlutado deve perceber que a alma de seu ente querido agora chegou a um local ainda mais elevado do que aquele que ocupava na terra, e que continuará a se elevar.

É este ato de reconciliar esta percepção positiva contra nossa dor que pode transformar a morte de uma experiência traumática numa catarse.

Porém depois que tudo foi feito e dito, a morte pode ser uma experiência incompreensível, devastadora, para aqueles que são deixados para trás. Apesar de todas as racionalizações, todas as explicações, o coração ainda chora, ainda permanece a grande saudade…


2 comentários em “O que a Morte realmente significa?

  1. Elvira SLNo Gravatar disse:

    Gostei do texto, só hoje pude lê-lo e compreendê-lo.
    Embora tenha pessoas que afirmem que quando morremos acaba tudo, realmente não é isso o que acontece, pois de acordo com a Bíblia Sagrada, nossa alma é IMORTAL sim!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: