Saiba mais sobre esses Seres da Noite

24 jun 2010 | By

 

  • VAMPIROS

Existem lendas de vampiros desde 125 a.C.

Em 1431, os ciganos chegam á Transilvânia, pouco depois de Vlad tepes nascer. Aqui, o vampiro era um fantasma de uma pessoa morta, que na maioria dos casos tinha sido bruxa, mago ou suicida.

Os vampiros eram criaturas temidas, pois matavam pessoas ao mesmo tempo que se pareciam com elas. A única diferença é que,os vampiros não possuíam sombra, não refletiam no espelho e podiam mudar a sua forma para um morcego. Durante a luz do dia dormiam nos seus caixões e á noite bebiam sangue humano. Os vampiros não podiam entrar numa casa sem serem convidados, mas uma vez convidados podiam regressar quando quisessem. O ponto forte do vampiro é que eles eram quase imortais, só alguns rituais os podiam matar: transpassar o seu coração com uma estaca, decapitá-lo ou queimá-lo.

Antigamente, em algumas culturas pregavam-se aos caixões, os corpos dos assassinos, suicidas e dos excomungados pela igreja.

E quando se desconfiava que estes corpos era de vampiros, “espetavam-lhes” estacas, cortavam o corpo em pedaços e queimavam o restante.

Os modelos para o vampirismo foram o príncipe Vlad da Transilvânia e a condessa Elizabeth Bathory, que se banhava no sangue de virgens para manter a beleza da pele.

Os vampiros eram conhecidos por ter vários aspectos, e tinham como características principais os seus caninos aguçados e o fato de se transformarem em morcegos. Como já foi dito anteriormente, temiam o sol e eram repelidos com água benta, alho, crucifixos, etc.

Atualmente, existem várias definições daquilo que é um vampiro, das quais destaquei as seguintes…

Para alguns, vampiros são almas que não conseguem passar para o mundo dos espíritos. Estas ainda habitam os seus corpos sem vida, tentando roubar sangue, durante a noite, a força vital das suas vítimas, sugando-lhes o sangue. E quando a vítima morria, transformava-se também num vampiro.

Outros acreditam que vampiros são criaturas demoníacas que vivem do sangue humano. São criados quando mordidos por outro vampiro, que depois lhe dá do seu sangue para beber. A sua pele é geralmente branca, ou porque não estão expostos diretamente ao sol, ou pelo fato de serem cadáveres, não corre sangue nas suas veias.

  • TIPOS DE VAMPIROS

Asanbasam – vampiros africanos. São vampiros normais só que possuem em vez de pés, cascos. Tendem a morder as suas vítimas no polegar.

Baital – vampiros indianos. São metade homem, metade morcego, e têm mais ou menos um metro e meio de altura.

Baobhan Sith – é uma fada demônio escocesa, que aparece como uma jovem a dançar para um homem até o esgotar, para depois se alimentar dele. É morta por ferro frio.

Ekiminu – são espíritos malignos assírios, metade fantasma, metade vampiro, causados por um sepultamento impróprio. São destruídos por armas de madeira ou por exorcismo.

Lamia – são exclusivamente fêmeas. São metade humana, metade animal (normalmente uma cobra). Elas comem a carne das suas vítimas e bebem o seu sangue. São destruídas com armas normais.

Nosferatu – é outro nome para o vampiro original.

Rakshasa – poderosa vampira e feiticeira indiana. Normalmente aparenta um ser humano com características animais (têm, por exemplo, garras). Podem ser destruídos por fogo extremo, luz solar ou exorcismo.

Strigoiul – vampiro romano. São muito parecidos com o vampiro original, mas preferem atacar em bando. Podem ser destruídos se for posto alho na sua boca ou removendo-lhes o coração.

Vlokoslav – vampiros sérvios. Apresentam pessoas trajadas de branco. São diurnos e noturnos. Podem assumir a forma de um cavalo ou de uma ovelha. Comem as suas vítimas e bebem o seu sangue. Podem ser destruídos quando são decepados os dedos dos pés ou com um prego trespassado no pescoço

  • HABILIDADES MAIS COMUNS

Metamorfose – os vampiros têm a capacidade de se transformar em animais, normalmente em morcego, rato, lobo, aranha ou gato.

Força – os vampiros têm uma força e sentidos muito além das capacidades humanas.

Controle – os vampiros têm a capacidade de hipnotizar e controlar outros animais, normalmente naqueles nos quais se conseguem transformar.

  • FRAQUEZAS MAIS COMUNS

Caixões – os vampiros têm que dormir nos seus caixões durante o dia.

Luz Solar – os vampiros são sensíveis aos raios solares. Podem ser enfraquecidos, feridos ou até mortos por eles

Sem Reflexo – os vampiros não têm reflexo em espelhos. Acreditava-se que o reflexo de uma pessoa num espelho fosse o reflexo da sua alma, alma que os vampiros não possuem. Mais tarde isto também deu origem ao fato de os vampiros não aparecerem em fotos nem terem sombra.

Símbolos Religiosos – não é suficiente só o símbolo para ferir um vampiro, é necessário existir uma grande fé nesse símbolo. Em alguns casos o símbolo nem precisa ser religioso.

Água Corrente – os vampiros não podem atravessar água corrente. Isto está ligado com o fato de os vampiros não possuírem reflexo, pois antigamente as maiorias dos espelhos eram a água.

  • FORMAS MAIS COMUNS PARA SE MATAR UM VAMPIRO

Estaca de madeira – um vampiro pode ser morto quando trespassado por uma estaca de madeira, mas esta deve atravessar o coração num único golpe.

Decapitação – a decapitação deveria ser feita com uma pá do coveiro, de preferência. A decapitação destrói um vampiro, pois ao cortar a cabeça a um vampiro remove-se o seu cérebro, removendo-se o seu centro da vida. Diz-se que os vampiros mais velhos são imunes a este tipo de morte.

Fogo Extremo – uma forma de matar um vampiro é queimá-lo. Os cristãos também acreditavam que os vampiros poderiam ser mortos através da cruz e da água benta, o que não é verdade.

Enterrar ao contrário – quando existia a suspeita de que alguém se transformaria num vampiro, prevenia-se a mudança enterrando o corpo com a cabeça virada para baixo

Luz Solar – a luz solar aquece o sangue e queima a pele ao vampiro, causando danos graves, podendo mesmo matá-lo.

  • FORMAS MAIS PARA SE TORNAR NUM VAMPIRO

– se quando uma pessoa morre, um animal (gato) saltar por cima do corpo antes que este tenha sido sepultado, a pessoa pode tornar-se um vampiro.

– o suicídio

– ter sido um mago ou uma bruxa

– ser o sétimo filho

– ser mordido por um vampiro

– beber o sangue de um vampiro

– ser vítima de um assassinato por vingança

– um cadáver que foi refletido num espelho

– quando um corpo não é devidamente sepultado também há possibilidade de este se tornar um vampiro.

2 comentários em “Saiba mais sobre esses Seres da Noite

  1. debhoraNo Gravatar disse:

    ai amo esses negicio d vampiros,bruxaria,mais n pratico,parabens pela materia :biggrin:

  2. Elvira SLNo Gravatar disse:

    Postagem atualizada, a imagem que continha estava off, a removi e corrigi pequenos erros ortográficos ;)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: