Saudade

14 jul 2010 | By

Saudade é como água que não mata a sede,

É como o alimento que não sacia a fome,

É uma dor que nunca tem fim,

É como doença que não tem cura…

Sentir saudade é sentir faltar o ar para respirar,

É padecer de dor

E o único remédio é o Amor.

Quem ama entende,

Quem ama sabe o quanto a saudade faz sofrer…

Quem ama sabe que amar é querer ter sempre a seu lado

O ser amado,

Sempre perto dos olhos, acolher num abraço,

Morrer em um longo beijo,

E se possível se sentir plena,

Em êxtase,

Feliz,

Realizada e completa.

Saudade dói… Machuca…

Leva ás lágrimas…

Saudade deixa um vazio imenso…

Saudade é uma busca sem fim

De algo real e inatingível…

A  saudade mata…

Lentamente…

Cristhal Zimberman – 14/07/2010.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: