Sirvam nossas façanhas de modelo a toda a terra. Rio Grande do Sul

30 set 2010 | By

O mês de setembro tem uma grande importância para o Rio Grande do Sul , 20 de Setembro é a data máxima do Estado e do nosso povo. Neste dia, em todos os recantos, os gaúchos reverenciam a Revolução Farroupilha – marco da história e da formação política da sociedade rio-grandense – suas causas e ensinamentos.
A Revolução Farroupilha, iniciada em 20 de setembro de 1835, e que durou cerca de 10 anos, envolveu em sucessivos e espetaculares combates, segundo os historiadores, cerca de 20 mil homens e mulheres em luta, resultando na morte heróica de aproximadamente 3.500 pessoas, em sua maioria revolucionários.
Os farrapos, sob a liderança de homens e mulheres do porte de Bento Goançalves, Giuseppe Garibaldi, David Canabarro, Antônio da Silva Neto, Domingos Crescêncio e Anita Garibaldi, estava o sentimento de rebeldia contra a centralização do Poder Federal, que se manifestava, de forma especial, na espoliação econômica da região.

Entre as principais causas do levante, estavam a penalização dos produtos agropecuários, especialmente o charque, com altos impostos e, também, a expropriação e desvio dos recursos acumulados no Estado, até mesmo para pagar dívidas federais junto à Inglaterra.

Mas, além disso, a Revolução Farroupilha transformou-se em um momento de construção e afirmação dos princípios sociais, políticos, econômicos, culturais, e, talvez, principalmente ideológicos, que orientam a sociedade gaúcha até hoje.

Apesar da guerra, do ataque constante do poder imperial, os rebeldes farrapos mantiveram a atividade econômica, desenvolveram as estruturas de poder, tanto civil quanto militar, e introduziram revolucionárias práticas democráticas.
A Revolução Farroupilha, portanto, deixou muitos ensinamentos, dentre os quais, certamente, destacam-se o sentimento de soberania em relação ao poder central, o profundo espírito de integração da sociedade com o poder público e um grande senso de patriotismo.

Tal reconhecimento ensejou ao povo sulino, sensorialmente, o sentimento de firmeza de caráter e de ação dos seus ancestrais, sensibilizando-o como um seu predestinado continuado no tempo e no espaço.

Além do registro das atividades, ouve crescimento da participação da sociedade gaúcha nas comemorações de sua data máxima.
O Rio Grande, da mesma forma que o Brasil, vive um grande desafio, de busca de um novo caminho para as relações econômicas, políticas e sociais; momento em que não pode prescindir da experiência histórica acumulada pelo povo, como contribuição fundamental para o sucesso dessa tarefa que está colocada para a atual e futuras gerações.
O lema dos farroupilhas, escrito na bandeira do Rio Grande do Sul – Liberdade, Igualdade, Humanidade – com a certeza de que, juntos, podemos transformar tais valores em realidade viva, expressa nos sentimentos e na ação de cada cidadão cidadão deste País.
Rio Grande do Sul  a força de um estado quase soberano, se despede  do mes que marcou sua história com Orgulho e honra.

Pesquisa e reportagem:  Rick Reymond

7 comentários em “Sirvam nossas façanhas de modelo a toda a terra. Rio Grande do Sul

  1. RaphaellaNo Gravatar disse:

    Um seriado muito importante foi transmitido na rede Globo de televisão A casa das sete mulheres e encenava claramente o que foi a guerra dos farrapos inclusive quem fazia o Giuseppe Garibaldi era o ator Thiago Lacerda, mas claro que Os protagonistas italianos da Revolução Farroupilha Foi princimpalmente Annita Garibaldi Jallet personagem de Giovanna antonelli um trexo da serie.

    Uma grande História assisti todo o seriado.

    1. RickReymondNo Gravatar disse:

      Se não fosse a Revolução farroupilha hoje não seriamos um estado nem santa catarina nem Parana seriam separados de Sao Paulo … tudo seria um estado só!
      Lutamos para deixar de ser dependendentes dos poderes paulistas , e hoje somos um estado independente, Santa catarina e Parana conseguiram tambem sua independendencia após isso …
      Por isso SP até hj tem certa rivalidade com o RS

  2. Luana TomsenNo Gravatar disse:

    Mas, bah tche! EU SOU DO SUL! É SÓ OLHAR PRA VER QUE EU SOU DO SUL!
    Adorei a homenagem ao nosso povo. Tenho orgulho do meu sotaque, da minha terra, da minha gente e da nossa História cujas lutas nos fortaleceram e nos tornaram soberanos porque nosso lema é acima de tudo: LIBERDADE! IGUALDADE! HUMANIDADE!
    Acho que este vídeo resume todo o sentimento que cultivamos por esta terra tão amada.

  3. REVOLUÇÃO FARROUPILHA
    Jorge Linhaça

    Vou falar nesta homenagem;
    não do heroísmo da revolução;
    mas falar do que poucos sabem;
    de onde veio a sua inspiração.

    Era o Rio Grande província;
    produtora de muitas riquezas:
    mas o superavit que produzia;
    ia todo para as mãos da realeza.

    Sobre o charque ali produzido;
    sobretaxas eram sempre criadas;
    e com a independencia do Uruguai;
    a coisa ficou ainda mais piorada.

    A produção era sempre escoada;
    para as terras do estrangeiro:
    pela falta da existência de estradas;
    castigando o povo pampeiro.

    Também o dinheiro falso derramado;
    um quinto do que por lá circulava;
    Tornaram o povo mais desconfiado;
    depois de uma solução malfadada.

    O partido dos farroupilhas;
    No Rio Grande fundado;
    queria uma melhor partilha;
    do imposto ali arrecadado.

    Pois o dinheiro que ali sobrava;
    era usado em outras províncias;
    nada lá em melhorias se aplicava;
    a solução foi então criar as milicias.

    Foram duros os grandes combates;
    contra as forças dos legalistas;
    mas finda a guerra, logrou-se destarte;
    muitas e importantes conquistas.

    Todas as exigências dos revoltosos;
    acabaram por ser. enfim, acatadas;
    deixando os gaúchos orgulhosos;
    Dessa sua auspiciosa empreitada.

    Linda Rosenstar
    Gaúcha e tradicionalista com Orgulho!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: