Tesouros de uma submissa

03 ago 2010 | By

 

ela tinha um baú, o baú guardava seus tesouros.
Ele disse que tinha a chave.
ela não acreditou, achou que era “esmola demais” e como boa cega que era, desconfiou.
Ele permaneceu seguro de si.
ela ficou curiosa, quis pagar pra ver.


Ele botou preço.
ela iniciante, achou o preço alto demais, tinha pouco guardado pra dar; tudo bruto, nada lapidado. Como dar o que não se tem? Pensava ela.
Ele dizia: todo o tudo dado com confiança, alegria e sinceridade é muito, mesmo que seja pouco.
ela foi dando, moedinha após moedinha.
Ele foi recebendo.
ela foi se alegrando e quanto mais sua miséria ofertava a Ele, mais plenitude alcançava.
Ele aceitou de bom grado, observando-a, mostrou-lhe a chave.

ela plena teve medo, é uma chave para as trevas, pensou.
Uma chave para a luz, a tua luz, disse Ele.
ela pediu para segurar a chave na mão.
Ele deixou, cuidadoso.
ela, criança descuidada e cada dia mais confiante, brincava com a chave.
Ele a observava e tecia anotações secretas, sério.
ela aproximou a chave da fechadura, encaixou-a e sua plenitude aumentou a ponto de se esquecer do cuidado que deveria ter para com Ele e para com a chave Dele e feliz e inadvertidamente alegre corria nos campos do seu SENHOR.
Ele importunado com o barulho que ela fazia tentou alertá-la.
ela não percebeu, emocionada com suas pequenas descobertas, só via a si mesma de modo mesquinho, egoísta, vil.

Ele então deu um passo para trás.
ela não se deu conta do ato.
Ele sem retirar os olhos dela, percebeu que ela movimentava a chave na fechadura, reticente.
ela, torcendo a chave na fechadura, correu na direção Dele, qual criança estabanada que mal aprendeu a andar.
Ele decepcionado recuou, não a queria assim, estabanada, descuidada.

ela abriu o baú.
Ele virou-lhe as costas.
ela estendeu em suas mãos os tesouros guardados: desejo, entrega, obediência e submissão.
Ele foi embora.
ela chorou.

ela de posse dos tesouros, pouco a pouco, tomou consciência de si.
Ele não viu.
ela rastejou até Ele, certa de sua sujidade e inadequação.
Ele olhou para outras pastagens, mais verdejantes.
ela abnegada se ofereceu, se prostrou a seus pés, implorou lavando o chão que Ele pisa com seu sal.
Ele não se comoveu.

 

Então ela que se sabia incapaz de ser de qualquer outro além Dele, colocou aos pés Deste os seus tesouros, o baú aberto e a chave…
E até hoje ela em silêncio, invisível, prostrada ao lado do assento Dele vazio, cão fiel guardando sua morada, espera por um olhar; vigia e ora esperando que Ele volte.
ela se chama apenas submissa.
Ele DOMINADOR.
ela, sou eu hoje.
Ele… é o meu SENHOR

………..

 

Não, eu não errei a grafia em não ter corrigido as iniciais dos pronomes Ele e ela.
Está aí outra peculiaridade do BDSM, muito curiosa.

Quando se aceita ser uma pessoa submissa, você deve entregar-se completamente, nem mesmo o próprio nome pode ser escrito em letras maiúsculas; no caso do poema, todas as vezes que se referia à sub, MESMO SENDO INÍCIO DE FRASE, a palavra teve que ser escrita em minúsculo!

Já quando se refere ao Dom, SEMPRE MAIÚSCULO!

13 comentários em “Tesouros de uma submissa

  1. RickReymondNo Gravatar disse:

    Eis ai um exemplo de verdade… Mulher… é:curiosa, desobediente,inconsequente desde o nascimento ate seu verdadeiro encontro com seu senhor… infelizmente vcs so tomam conhecimento disso ao perder aquele q as fariam tornar-se verdadeiras rainhas ao saberem interpretar os verdadeiros desejos de seus Senhores e Reis dominantes que somos por natureza de nascimento.
    Saber dominar ,não abrange apenas a uma situação entre Homem/mulher e sim saber usar a sabedoria de persuasão em todas as situações como o Rei Salomão no Antigo Testamento …Cânticos.

    1. safiraNo Gravatar disse:

      Ele foi embora-…..sim Ele….mas não porque Ele é homem…
      Também existem homens submissos/escravos…

      mulheres são fèmeas por instinto….

      Eu sou fémea por instinto, mulher por naturesa, sou escrava por opção, e submissa porque é o melhor de mim….O meu lugar no mundo e dentro do mundo do BDSM, e aos pés de quem eu Servir, mas isso será um previlégio para quem me tiver…
      Ora vejamos…sim ninguém é escrava por obrigação, nem submissa por obrigação…
      E nem todas as mulheres são submissas, assim como nem todos os homens são Dominantes…

  2. Elvira SLNo Gravatar disse:

    Prefiro nem comentar pra evitar delongas ¬¬

  3. RickReymondNo Gravatar disse:

    Abrem seu tesouros, depois tentam recompor, que derramaram todo liquido (nossa preciosa paciência ) precioso de seus jaros , oferecidos com carinho pelos seus Senhores,deixam escorrer até ultima gota de nossas reais intenções para com vcs que deveria ser femininas e obedientes.

  4. RickReymondNo Gravatar disse:

    hehehehheheh
    Renda-se a seu REI Elvira Rainha das trevas !

  5. Elvira SLNo Gravatar disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Como vc mesmo disse, “desobediente”.
    EU dito as regras.
    Nunca baixarei a cabeça para quem quer que seja, sou DONA da minha opinião e de minhas convicções.

  6. RickReymondNo Gravatar disse:

    És mulher … hehehehe coloque-se em sua posição natural hehehehe…

  7. RickReymondNo Gravatar disse:

    E…. NÃO ME CHAME DE MAXISTAAAAAAAAAAAAAA … Sou por natureza DOMINANTE.

  8. AnaNo Gravatar disse:

    Se existe um Dominante e Senhor ,eu nunca o vi ,não conheço nenhum homem capaz de fazer isto comigo!!!!!!

    1. Desiré OleonNo Gravatar disse:

      Boa noite a todos, e a você Ana, descupe-me a intromissão em seu comentário, mas te digo, há poucos dias eu pensava exatamente igual a você que para mim não existia homem capaz de fazer com que eu me curvasse há ele e o deixasse fazer o que ele desejar comigo, mas a vida e a convivência dão muitas voltas você se surpreende e acaba passando por situações tão, mais tão excitantes que você esquece-se de tudo e deseja ser dominada pelo homem, por que da forma que acontece às coisas é muito prazeroso e inesquecível hahahahaha eu que o diga Rrsrsrsrs, mas cada um tem sua opinião e respeito todas, boa noite para você. :biggrin:

    2. RickReymondNo Gravatar disse:

      ela abriu o baú.
      Ele então deu um passo para trás.
      Ele virou-lhe as costas.
      ela não se deu conta do ato.
      Ele foi embora.

      Ele

      1. AnaNo Gravatar disse:

        “Falo da obediencia e da submissão, alguem pra ter isto de mim tem que provar ser merecedor”. Digno de grande Admiração.

  9. Elvira SLNo Gravatar disse:

    Imagens offlines removidas, nova imagem adicionada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: