Vampira – In Memoriam

22 out 2010 | By

 Asas abertas,vôo solitário,

escuridão,delicada escuridão
a envolver,quem é você?
Maldito destino,
desatino é te conhecer,
belos olhos de matar
e morrer…
Vida para quê?
Noite irmâ,solidão,
o que há dentro de ti?
Apenas isto que não podes
evitar,natureza predadora,
sina de matar…
Morta mulher a caminhar
pelas curvas da madrugada,
amada sem alma,sangue
e só o sangue te acalma…
Uma vítima incerta,
teus passos calmos,
teu olhar de mar
a afundar,a levar
para o profundo luar…
Senhora da noite,
onde é o teu lugar?
Morte para amar…
Escuridão ao redor,
escura escuridão
dentro de ti…
Sol a desapontar,
lá se vai ela tão só
dormir dentro de mim…
Karla Bardanza

Linda Rosenstar

Equipe Black Angel

9 comentários em “Vampira – In Memoriam

  1. Elvira SLNo Gravatar disse:

    Belo poema, certas frases se encaixam comigo e o meu modo de pensar…

    1. Acho que por termos o mesmo signo acabamos nos identificando com a postagem uma da outra!

      1. Elvira SLNo Gravatar disse:

        Eu tb tava pensando nisso ^^

        1. RickReymondNo Gravatar disse:

          Muito mistério e frio…
          Veneno escorrendo ,se derramando.
          Um escorpiao perambulando solitário
          Alma fria… corpo gélico…
          pronto pra matar.
          Seguiu em frente …
          até morrer..

          By Rick Reymond

          hehehe

    1. RickReymondNo Gravatar disse:

      Sei hahahahhahahahah
      Tenho ainda algumas inspirações humanas dentro de um coraçao parado
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. cleiaNo Gravatar disse:

    otimo jogo esse amei d epaixao :kissing:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: