Adobe anuncia o fim do Flash para plataformas móveis

10 nov 2011 | By

Empresa vai focar no HTML5, como previa Steve Jobs

Mesmo depois de morto, parece que Steve Jobs continua colecionando acertos. A Adobe acabou de confirmar em seu blog os rumores de que vai descontinuar o desenvolvimento do plug-in do Flash para plataformas móveis.

Danny Winokur, vice presidente da Adobe, anunciou a decisão e explicou que a empresa vai desenvolver aplicativos nativos para plataformas móveis, deve focar no HTML 5, mas vai abandonar o desenvolvimento do plug-in com o lançamento do Flash Player 11.1 para Android e BlackBerry.

De acordo com Winokur, o HTML5 é agora suportado universalmente pela maioria dos aparelhos móveis, em alguns casos, é a única opção. O que torna o HTML5 a melhor solução para criar e desenvolver conteúdos. O trabalho futuro da empresa com o Flash terá como objetivo permitir que os desenvolvedores criem aplicativos nativos com o Adobe Air. Mas a Adobe deve continuar com suporte para as versões existentes do plug-in.

A Apple de Steve Jobs é também conhecida por ter se negado a usar o plug-in do Flash desde o lançamento do primeiro iPhone em 2007. Jobs costumava criticar o Flash dizendo que foi criado na era dos PCs e para PCs e mouses, enquanto exaltava o uso do HTML5. Para o falecido CEO, a era móvel exigia produtos que consumissem menos energia (ok, o iPhone 4 não é um bom exemplo disso), interfaces de toque e padrões abertos para a web, tudo o que o Flash não é.

Muitos blogueiros especialistas em tecnologia especulam sobre o fim do Flash, no entanto, Winokur diz no blog que não é o fim de todo o Flash Player e que a empresa já trabalha na versão 12. Se Jobs continuar certo, é só o começo do fim.

Revista Galileu

Misterio A+

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: