Americano cria refrigerantes de maconha

07 fev 2011 | By

Um californiano disse que está criando refrigerantes de maconha medicinal, que poderão ser consumidos legalmente. Mas ele não tem a mínima intenção de bebê-los. Clay Butler, de Soquel (EUA), disse que todos terão o princípio ativo da droga, o THC. Eles virão nos sabores limão, cola, uva, laranja e outros.

Mas Butler não pretende experimentá-los. “Não uso drogas. Nunca bebi, nunca fumei. Sou um cara que vive limpo. Tomei duas cervejas na minha vida inteira, e eu me lembro delas muito bem. Nunca nem fumei um cigarro. Tomo uma aspirina quando estou com dor de cabeça, e só”, disse ao jornal “Santa Cruz (Calif.) Sentinel”. Mesmo assim, Butler defende o direito de as pessoas consumirem o que quiserem. Em fevereiro, os produtos estarão disponíveis no estado do Colorado, e mais tarde, na Califórnia.

Cada garrafa custará entre US$ 10 e US$ 15 e terá entre 35 e 65 miligramas de THC, substância psicoativa do cannabis

As lojas do estado de Colorado, nos EUA, começarão a vender um refrigerante de maconha. Cada garrafa de Canna Cola terá entre 35 e 65 miligramas de THC (tetrahidrocanabinol), substância psicoativa do cannabis, do qual se produz haxixe e maconha, de acordo com informações da Time.

Criador do “Canna Cola”, o empresário Clay Butler disse ao jornal Santa Cruz Sentinel que queria inventar uma bebida por “acreditar que os adultos têm o direito de pensar, comer, fumar, ingerir ou vestir o que quiserem”. Apesar de seu discurso, Butler afirmou nunca ter fumado maconha.

De acordo com Scott Riddell, proprietário da cadeia que venderá a bebida, os níveis de THC na Canna Cola são menores que os de outras bebidas do mesmo tipo que já estão no mercado. Para Riddell, o gosto do refrigerante é bastante similar ao de uma “cerveja suave”.

Para quem não gosta muito de refrigerante à base de cola, há outras versões. O de limão chamado “Sour Diesel”, o de uva ”Grape Ape”, o de laranja “Orange Kush” e o “Doc Weed”, refrigerante inspirado na bebida Dr. Pepper. Os refrigerantes custarão entre US$ 10 e US$ 15.
Nos EUA, o uso da maconha para fins medicinais é liberado em 15 estados. No entanto, as condições para sua legalidade mudam em relação a cada lugar. A maconha, independentemente do propósito, continua sendo ilegal pelas leis federais.

Refrigerante de maconha começará a ser vendido nos EUA em fevereiro.

http://www.pop.com.br/popnews/noticias

Edição: Rick Reymond

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: