O desejo de um beijo mortal

23 jan 2011 | By

O desejo de um beijo mortal

A vida sempre me pregou peças e eu nunca desisti. Até aquela noite.

Às vésperas do meu casamento, com tudo já pronto, meu noivo rompeu comigo pelo simples motivo de eu não ceder aos seus desejos de homem.

Na noite escura e fria, sai sem rumo, aos prantos, decidida a acabar com a terrível dor da rejeição, vergonha e culpa que de mim tomaram conta.

Foi por uma dessas ruas desertas que um ser extremamente belo vestido de preto e misterioso, de rompante, como que nascido do ar, apareceu a minha frente, assustada paralisei imediatamente. Pensei em gritar por socorro, cheguei a abrir a boca, mas se era a morte que eu procurava talvez ela tivesse me achado. Calei.

Seus olhos penetraram aos meus como que querendo desvendar algum mistério, acho que encontrou o que queria. E sem pensar, deixei-me levar por aquele estranho.

Lembrei-me das tristes palavras ditas pelo meu ex-noivo, lágrimas, involuntárias, rolaram em minha face. Talvez procurando por um conforto amigo, ou por outro motivo, estendi minhas mãos ao belo a minha frente. Ao tocar-me, arrepiei toda, uma súbita descarga de adrenalina percorreu meu corpo, colocando-me em estado de alerta. A respiração acelerou, assim como meus batimentos cardíacos. Não fugi. Neste mesmo instante ele levou minhas mãos aos seus lábios, tão frios quanto suas mãos e virando minha mão aspirou meu pulso, tão estranhamente que parecia inebriar-se com aquilo.


Decidida a acabar com minha vida, desejei conhecer o prazer da entrega total aquele homem. Aquele sedutor estranho. Não resistiria a nada. Tudo permitiria.

Talvez lendo meus pensamentos fosse conduzindo-me ao desconhecido, e eu, simplesmente, ia. Minhas costas encontraram a resistência de uma árvore próxima. Achegou-se mais, senti aquele corpo, rijo e frio, junto ao meu. Desejei.

Com o desconhecido no segundo seguinte, assustei-me. Batimentos descompassados, respiração desregulada, adrenalina, desejos. A minha entrega.

Suaves mãos passada em meu rosto, dedos secaram minhas lágrimas, correram em meus lábios, desejei os dele junto aos meus, não aconteceu. Ao tocar meu pescoço, talvez instintivamente, deitei a cabeça para o lado completamente entregue aos desejos dele. Afastando meus cabelos, aproximou-se lentamente de minha pele um instante senti ele ofegante um ar gelado arrepiou até minha alma, outra descarga de adrenalina e emoções tomou-me de assalto. Senti os lábios frios, uma puxada e uma fisgada fina, profunda e uma boca gelada mordeu meu pescoço firme e certeira.

Um prazer indescritível inundou meu ser meu corpo arrepiou um calafrio uma vontade de voar e explodir ,gritei, gemi, estremeci e explodi. Extasiada. Abracei para senti-lo mais junto de mim com o intuito de segurar aquele mágico momento pelo tempo que me fosse permitido.

Vi toda a minha existência e conclui que tudo acabaria ali, naquele instante, fugaz, mas necessário, inevitável para por fim aos meus sofrimentos.

Senti a vida me abandonando, mas desejei aquele estranho até o fim, queria ele dentro de mim, queria ele dominando meu corpo e me levando ao ápice de todos os prazeres até o final, mas a morte era inevitável e do meu coração não resistiu, enfraqueceu, minha respiração diminuiu, minhas forças esvaíram. Meus braços soltaram de meu captor então, esmorecidos e fracos penderam-se junto ao corpo. Meus olhos foram fechando sem forças lentamente e o prazer de um desejo realizado foi se estampando em um sorriso singelo que ainda consegui proferir. Sua boca tocou a minha num beijo delicado como de agradecimento e a amiga morte, que tanto desejei, buscou-me.

Não havia dor, desejos, prazeres, pensamentos. Só o nada, apenas meu ultimo desejo realizado por um ser estranho e misterioso.

Resposta ao conto: Um sacrifício para o renascimento de um Vampiro.

Autor: Melly Saphira


4 comentários em “O desejo de um beijo mortal

  1. RickReymondNo Gravatar disse:

    Bem vind ao Black Angel!
    Um autor misterioso! rsrsrssr :wassat:
    A descrição A+ é por acaso referente ao tipo sanguineo? rsrsrsrsr :devil:
    Essa parte ja me interessou muitoooo hahahhahahaha :devil:
    :alien: Gosto de todos os tipos :devil:

  2. RickReymondNo Gravatar disse:

    O Conto é de certo modo uma continuação doq eu escrevi !!! :blink:
    Muiiiiiiiiiiiito interessante sua criatividade , parabens! :silly:

    :lol:

  3. Seja muito bem vind ao nosso site, precisando pode contar com todos parabéns pala postagem muito interessante ^^ :devil: :silly:

  4. Kate PollardNo Gravatar disse:

    Nossa!!! Senti cada momento… Lindo !!! Onde esta este Vampiro?!? rsrs
    Muito lindo mesmo, ameei !!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: