Solucione o problema de TPM ou “terminará perdendo o marido”

25 jan 2011 | By

Médicos brasileiros descobriram que as pacientes que tomam cápsulas de ácido graxo sentiam menos os sintomas da tensão pré-menstrual. A TPM são sintomas que aparecem dez, doze dias antes da menstruação.

Os médicos estimam que entre 80% e 90% das mulheres sofram dessa síndrome. Cerca de 30% apresentam sintomas mais frequentes e mais fortes. Têm dor de cabeça, dor e inchaço nas mamas, nas pernas, na barriga, cólicas, irritação, nervosismo, variações de humor, crises de choro e até depressão.

Médicos do Hospital das Clínicas, que é ligado à Universidade Federal de Pernambuco, fizeram uma pesquisa que mostra que o uso de algumas substâncias pode reduzir bastante o desconforto da TPM.

Cento e vinte mulheres, com idades entre 17 e 37 anos, foram acompanhadas durante oito meses. Elas tomaram cápsulas de ácido graxo. “São gorduras quer estão presentes em alguns tipos de alimentos, como óleos vegetais, por exemplo, de soja”, explica Edilberto Rocha, ginecologista e um dos coordenadores da pesquisa.

O estudo, publicado em uma revista científica inglesa, explica como esses ácidos atuam na produção de reguladores de hormônios, que interferem na saúde física e mental da mulher no período pré-menstrual. “Nós comparamos um grupo de mulheres que tomava a medicação e outro que tomava placebo. Observamos que o grupo de pacientes que tomavam a medicação, teve uma melhora nos sintomas gerais da TPM”, completa.

A pesquisa testou os resultados a partir da utilização de substâncias concentradas, por exemplo: os óleos de alguns peixes, óleos vegetais. O que não quer dizer que o alimento, em si, também não traga benefícios. Então, comer salmão, atum, bacalhau, tudo isso ajuda, ainda mais se for uma dieta rica em cálcio, com pouco sal e bastante água.

Leia abaixo as orientações das nutricionistas Ana Célia Oliveira dos Santos e Deise Pereira de Lima.

Os ácidos graxos são componentes principais das gorduras que consumimos no dia a dia. Eles podem ser classificados em diversos tipos, tais como: ácidos graxos saturados, insaturados (monoinsaturados, poliinsaturados) e ácidos graxos trans. Dentre os insaturados tem-se os essenciais, aqueles que o organismo humano não produz e que precisam ser fornecidos pela alimentação. São eles os ácidos graxos das famílias ômega 3 e ômega 6.

O consumo dos ácidos graxos insaturados está associado principalmente à prevenção do risco de doenças cardiovasculares. Outras especulações são feitas em pesquisas sobre os seus benefícios em situações específicas, dentre elas a tensão pré-menstrual na qual eles atuariam reduzindo a indesejável sintomatologia. No entanto, outros componentes dos alimentos também são associados a melhora nos desconfortos do período pré-menstrual.

Vale destacar: o consumo de fontes de fibras que ajudam no trânsito intestinal (frutas, legumes, verduras, cereais integrais e leguminosas como feijão, por exemplo); alimentos fontes de substâncias antioxidantes ( novamente as frutas e verduras) e fontes de cálcio potássio (leites e derivados e alimentos vegetais). Também contribui para melhorar o desconforto causado pela retenção de líquidos a redução do consumo de sal.

Em relação aos alimentos fontes de ácidos graxos essenciais podem ser destacados:

– Frutas: principalmente o abacate, pequi e açaí
– Sementes oleaginosas: nozes, castanha do Pará, castanha de caju (ricos em ômega 3)
– Óleos vegetais: óleos de soja, de milho, de girassol, de arroz (ricos em ômega 6);
– Azeite de oliva e óleo de canola (ricos em ômega 9)
– Além disso temos também os peixes tais como a sardinha, o salmão o arenque, a cavala e atum que são fontes importantes destes ácidos graxos.

Vale ressaltar que a orientação da Organização Mundial da Saúde e do próprio Ministérios da Saúde recomenda um prato equilibrado, ou seja, composto por uma maior variedade de alimentos, o mais natural possível e colorido, como uma atitude que traz benefícios a saúde, de um modo geral. A associação dos nutrientes presentes nos alimentos pode resultar em melhores efeitos sobre a saúde do que o consumo de nutrientes isolados em cápsulas.

Fonte- G1.

Edição-Antonela Barcelos

4 comentários em “Solucione o problema de TPM ou “terminará perdendo o marido”

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk eitha marditha tchê :devil: :silly:

    Ainda bem que eu não tenho isso :whistle: Neh meu rei :whistle: :tongue: :whistle: :sick: :silly: :dizzy: :pinch: :whistle::whistle::blink: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk……

  2. Verdade!!!! terminará perdendo não só o marido mas até o amigo se esse , não compreende ou se faz que não entende.
    E vai um conselho: É aquela coisa se não quer ser magoado , não magoe também é preferivel que se afaste, já que não entende Se afaste pode doer mas é melhor que a brigar :wink: :pinch:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: