Tatuagens malucas

10 nov 2011 | By

Geralmente as tatuagens são a representação de alguma coisa pela qual seu dono tem verdadeira paixão. Pensando nisso, o jornalista científico Carl Zimmer, da Revista Discover, perguntou em seu blog se os leitores tinham tatuagens com temas relacionados à ciência. Para sua surpresa, recebeu todo o tipo de imagem.

Algumas pessoas tatuam o nome do filho, cientistas preferem registrar na pele fórmulas matemáticas, gráficos e qualquer coisa que tenha ocupado seu tempo de estudo.

A brasileira Monica Quast, estudante de pós-graduação em Ecologia na Unicamp, tatuou uma árvore da vida com os grupos de seres vivos em suas costas.
A brasileira Monica Quast, estudante de pós-graduação em Ecologia na Unicamp, tatuou uma árvore da vida com os grupos de seres vivos em suas costas.
Outro, apaixonado por geologia, tatuou a composição de uma cadeia de montanhas, que resultou em uma imagem cheia de cores.
Outro, apaixonado por geologia, tatuou a composição de uma cadeia de montanhas, que resultou em uma imagem cheia de cores.
Spencer Debenport, um patologista de vegetais da Universidade Estadual de Ohio, tem no corpo a imagem de um animal microscópico conhecido como urso d’água.
Spencer Debenport, um patologista de vegetais da Universidade Estadual de Ohio, tem no corpo a imagem de um animal microscópico conhecido como urso d’água.
Josephine Shuppang, física da Universidade Técnica de Berlim, resolveu gravar a Lei de Bragg no pé, uma lei básica e curta, ponto de partida para suas pesquisas mais complexas.
Josephine Shuppang, física da Universidade Técnica de Berlim, resolveu gravar a Lei de Bragg no pé, uma lei básica e curta, ponto de partida para suas pesquisas mais complexas.

As respostas foram tantas de Carl lançou o livro Science Ink nos Estados Unidos, ainda sem tradução para o português, com as imagens das tatuagens e suas histórias.

Revista Galileu

Misterio A+

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: