Zezé di Camargo emocionou-se e chegou às lágrimas quando Luciano anunciou que deixaria a dupla.

29 out 2011 | By

O cantor Zezé di Camargo, da dupla com Luciano, emocionou-se e chegou às lágrimas durante o show que fez nesta sexta-feira (28) em Curitiba. Ele se apresentou sem o irmão, que está internado após passar mal na manhã de sexta. Segundo boletim médico,  o cantor teve uma alteração no nível de potássio provocada pelo uso de diuréticos.

“Isso que aconteceu foi um acidente de percurso”, disse Zezé no início da apresentação, que começou com a música “A ferro e fogo”. “A gente ainda vai voltar para cantar aqui juntos, nem que a gente tenha que ser um quarteto: nós dois, eu e o Luciano, e mais duas enfermeiras nos segurando”.
‘Nascemos para cantar juntos’, diz Zezé di Camargo
Na apresentação de quinta-feira (27), no mesmo teatro, Zezé fez uma parte do show desacompanhado. Quando entrou no palco, Luciano anunciou que deixaria a dupla — o que foi negado pela assessoria de imprensa dos artistas.
“Eu desconsidero qualquer palavra que meu irmão tenha dito que tenha me magoado”, disse Zezé no show dessa sexta. E depois, como que se dirigindo a Luciano: “Eu estou com você, você queira ou não queira”.
Depois, o cantor chorou no momento em que cantava “O portão”, de Roberto Carlos. Zezé voltou a conversar com o público diversas vezes e disse que Luciano tomava remédios para emagrecer.
Tia e sobrinha foram as primeiras a chegar.
Nos momentos finais da apresentação, uma criança subiu no palco e leu um texto que escreveu para a dupla. A mensagem dizia: “Zezé, o Luciano é sua estrela. Luciano, o Zezé é sua estrela”. O show terminou com a canção “Saudade da minha terra”.

Apoio dos fãs

Uma das primeiras a chegar para o show dessa sexta, a secretária Eliana dos Santos, de 48 anos, relembrava na fila o que tinha ouvido sobre a noite anterior. A fã ainda estava surpresa com os desabafos. “Nunca faltei a nenhum show deles aqui [no Guaíra]”, disse.
Por isso, por nunca faltar, estava na fila para ver o espetáculo de novo. Foi a primeira a chegar. “Ontem [quinta] o clima no palco estava pesado”. Junto estava a sobrinha, de 9 anos, fã de “Zezé di Camargo e Luciano e também de Luan Santana”, garantiu a menina.
A tia falou mais de uma vez sobre a possibilidade de separação da dupla: “Quando ouvi o Luciano dizendo que iriam acabar, senti como se uma família estivesse acabando. Nunca tinha visto os dois cantando em lados opostos. Fiquei muito triste. (…) Deu até vontade de chorar”.

Logo atrás, também na fila para o show, a aposentada Marcimara Pilato, de 63 anos, comemorava a primeira vez em que ouviria as canções de que gosta ao vivo. Ela e as duas filhas, Danielle, de 30 anos, e Daffele, de 25 anos, vieram de Araucária, cidade da Região Metropolitana de Curitiba.  “A gente conheceu as músicas por causa da mãe”, disseram as filhas.  “A dupla começou junta, e Luciano vai fazer falta [no show]”, avaliou Danielle. “Mas, quando a segunda voz faltar, a gente segura”, disse.

G1

Misterio A+

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: