Atriz Leilah Moreno solta a voz

07 abr 2012 | By

Leilah Moreno e Adriano – Total eclipse of the heart

Leilah Moreno está brilhando como a perversa Grace Kelly.Aquele Beijo. E não é só dentro do estúdio que ela mostra ter muito talento. Nos corredores e nos camarins é possível escutar o seu vozeirão ecoando, sempre que o pessoal da equipe pede uma palhinha. A animação é tanta que valeu um registro.
O público já conhece bem o lado cantora de Leilah, que era uma das vocalistas do Programa Altas Horas, além de ter protagonizado, em 2006, o seriado e longa-metragem Antônia. Mas nem todo mundo sabe que Leilah já canta desde os cinco anos de idade.
“Desde pequenininha eu tinha um gosto musical bem diferenciado da criançada da minha época. Além de música clássica – Beethoven, Tchaikovsky – eu gostava de Etta James, George Michael, Whitney Houston. Minha maior referência é, com certeza, a Whitney”, diz.
Mas foi dublando o rei do pop que Leilah começou a se apresentar em festas. “Michael Jackson, para mim, era de lei! Acordava todo dia e colocava o disco dele. Era um disco da minha vizinha, que ela acabou me dando porque, aos quatro anos, eu chorava quando ouvia. Ficava lá no portão dela, ouvindo Michael.”
Aos oito anos, ela entrou para a banda da mãe, Carmelita Moreno. O grupo cantava samba, partido alto e MPB.  E Leilah aprendeu tudo sobre esses estilos. Mas não demorou muito até a menina seguir os próprios passos. “Aos 12 anos eu montei uma banda de rock, com os meus amiguinhos do quintal, sabe? Tudo que era festa a gente abria. Fazíamos show todo domingo na quermesse, lá na minha cidade, São José dos Campos”, conta a atriz.
Logo, logo Leilah entrou para uma banda de baile. Mais tarde, aos 18 anos, ela decidiu se mudar para a capital. “Fui para São Paulo para fazer o meu estilo musical, que é R&B, blues, soul, jazz, misturado com uma pitada de música eletrônica.”
Desde então, Leilah Moreno já gravou dois CDs e atuou em musicais, além dos trabalhos na TV Globo. As carreiras de atriz e cantora caminham juntas, como ela explica: “Cantar e atuar para mim são duas coisas que estão muito unidas, faço com muito carinho, com muita vontade, eu me entrego mesmo.”

 Fonte: G1

Mistério A+

 

 

 


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: