Chocolate pode ajudar a manter agilidade mental de idosos.

16 ago 2012 | By

Efeito é causado por substância do chocolate amargo e do vinho tinto.

Composto pode ajudar a evitar doenças como demência e Alzheimer.

Comer um pedaço de chocolate por dia pode ajudar pessoas com mais de 70 anos a evitar doenças como a demência e o Alzheimer, informa uma pesquisa publicada na revista da Associação Americana do Coração nesta semana.
O chocolate amargo é rico em uma substância chamada “flavonoide”, que também é encontrada em outros alimentos, como uvas e o vinho tinto. O chocolate ao leite também tem flavonoides, mas em menor quantidade – além disso, ele também tem mais gordura.
Os cientistas já sabiam que esse composto é benéfico para a saúde do coração e que ele tem uma ação anti-inflamatória. Outros estudos investigam uma possível ligação entre a substância e a proteção contra o câncer.
A pesquisa publicada agora foi feita com 90 voluntários idosos saudáveis e mostra que os flavonoides agem também no cérebro, fortalecendo os neurônios e, com isso, protegendo a memória. Os cientistas também acreditam que eles podem facilitar o fluxo de sangue no cérebro.
Os resultados mostram que a cognição dos participantes do estudo melhorou, assim como a memória e a agilidade mental. Os voluntários que consumiram mais flavonoides tiveram os melhores índices. Além disso, a pressão arterial e a taxa de açúcar no sangue também melhoraram.

G1 Bem Estar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: