Cure – Tristania (Tradução)

07 maio 2012 | By

Cura

Em tua teia
Os fios se emaranham
Sua presa está morta
Morreu em silêncio
Ficarei eternamente contigo
A teus pés, ajoelhar-me-ei
Conforme sua vontade
Morto em silêncio
Quando eu me movo – sou movida por ti
Quando você governa – tudo é governado por ti
Em seu mundo – há apenas você
Em meu mundo – há apenas você

Na tua teia
Os fios se emaranham
Conforme sua vontade
Morto em silêncio
Suas palavras são arrepios na minha espinha
Estou paralisada e entorpecida – em sua teia… em sua teia
Meu sangue corre lentamente e vermelho como vinho
O passado está dilacerado – para sempre
Eu servirei suas vontades – Por ter sido machucada, espancada e coberta
Eu servirei tuas vontades – Por ter sido ordenada tua amante

Antonella Barcelos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: