Dicas sobre Vampiros

28 ago 2012 | By

Sabes tudo sobre vampiros?

tenha cuidado…é melhor leres estas dicas para evitar mordidas desnecessárias.

Características físicas:

– Ficam para sempre com a idade que tinham na altura da primeira transformação;
– Pálidos, com baixa temperatura corporal;
– Quando estão furiosos ou prontos para atacar os olhos ficam completamente negros e as presas crescem;
– Quando estão entusiasmados sexualmente os olhos ficam brilhantes e amarelos (dourados) e as presas crescem;
Capacidades sobrenaturais:

– Têm força, agilidade e velocidade muito acima das capacidades humanas;
– Sentidos muito desenvolvidos (visão, olfato, audição);
– Conseguem controlar a mente dos humanos, como se os hipnotizassem, mas nem todos os vampiros dominam bem este poder e nem todos os humanos reagem da mesma forma;
– Não envelhecem e curam-se rapidamente;
– São caçadores temíveis;

Alimentação:

– Podem beber sangue humano, animal ou artificial, mas preferem o sangue humano;
– O sangue dos humanos atrai-os e depois de morderem alguém, têm muita dificuldade em parar;
– O sangue artificial é vendido em embalagens que parecem sumo (existe uma rede de comercialização à qual apenas os vampiros têm acesso);
– Também recorrem a bancos de sangue verdadeiro;

Como se transformam em vampiros:

– Um vampiro tem que os morder e beber o seu sangue e depois permitir que ele beba algum sangue do vampiro;
Como matar um vampiro:
– São praticamente imortais e só morrem pelo fogo ou com prata cravada no coração (estaca de prata, punhal de prata ou bala de prata);
– Se estiverem feridos ou vulneráveis por algum motivo o sangue humano é a forma de se curarem;
Vulnerabilidades:
– Podem sair à rua durante o dia, mas são sensíveis à luz do sol;
– A prata enfraquece-os;
– Alho, crucifixos, água benta não os afectam. Não passam de mitos;
– Quando não bebem sangue durante muito tempo ficam fracos;
– A comida humana deixa-os mal dispostos;

Política:

– Os Vampiros mais antigos são os mais poderosos. Cada região é gerida por um vampiro antigo, a quem os outros devem obediência. A hierarquia dos vampiros está bem definida até ao topo.
– Máximo gere esta região de vampiros e presta contas ao Vampiro Mais Antigo que existe;
– A maior parte vive em comunidades e respeita a hierarquia. Há alguns vampiros solitários, mas continuam a ter que obedecer aos mais antigos;

Relação com os humanos:

– São poucos os humanos que sabem da existência dos vampiros;
– Fizeram um acordo com uns representantes dos Humanos para coexistirem em paz. Estas tréguas duram há quase 50 anos. Os vampiros não podem morder, nem matar nenhum humano e em troca os humanos não os perseguem;
– Alguns tentam viver uma vida praticamente normal, fingindo que são humanos, outros preferem viver à margem da sociedade humana;
– Tentam esconder de todos quem são na realidade.

Sangue dos vampiros:

– Necessário para completar a transformação;
– Tem propriedades regenerativas para os humanos, mas faz com que as pessoas alucinem

Sapo.com

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: