Pesquisa mostra erros no uso da camisinha

01 mar 2012 | By

Uso inadequado aumenta chance de gravidez e transmissão de doenças

A camisinha previne a gravidez e doenças sexualmente transmissíveis. Mas, para isso, ela precisa ser usada de modo correto. Uma nova pesquisa publicada na revista Sexual Health mostra que os erros são muito comuns.

Entre os equívocos mais corriqueiros estão colocar a camisinha somente no meio da relação sexual, ou tirá-la antes do final, esquecer de deixar um espaço na ponta para o esperma e não procurar por defeitos antes de usá-la. Todos esses erros podem contribuir para o estouro do material ou vazamento do sêmen, diz o estudo feito por professores da Universidade de Kentucky e da Universidade de Indiana.

Os pesquisadores reuniram dados de 16 anos de pesquisas sobre erros e falhas no uso de preservativos. Eles encontraram 50 estudos de 14 países diferentes, que analisaram diversos grupos de pessoas. Por isso, os resultados das pesquisas variam de estudo para estudo.
Por exemplo, eles descobriram que entre 17% e 51% das pessoas analisadas põem a camisinha já no meio da relação sexual. Isso impediria a proteção contra doenças sexualmente transmissíveis, uma vez que fluidos são trocados durante toda a relação, não só na ejaculação.

Ao mesmo tempo, 25,3% disseram que desenrolavam a camisinha antes de colocá-la, ao invés de desenrolá-la diretamente no pênis. Entre um quarto e metade dos pesquisados revelou não deixar espaço na ponta do preservativo para coletar o esperma. E de 75% a 82% das mulheres não checaram a camisinha em busca de danos.

A pesquisa ainda mostrou que entre 0,8% e 40,7% já passaram por um estouro de camisinha, e entre 13,1% e 19,3% tiveram um vazamento. Entre os motivos para esse tipo de problema podem estar a manutenção inadequada ou o uso de lubrificantes errados, como aqueles feitos à base de óleo.

Revista Galileu

Mistério A+

Um comentário em “Pesquisa mostra erros no uso da camisinha

  1. o.O nossaaa , assustador esses dados … Euu emmm …….
    Ao mesmo tempo, 25,3% disseram que desenrolavam a camisinha antes de colocá-la, ao invés de desenrolá-la diretamente no pênis. Entre um quarto e metade dos pesquisados revelou não deixar espaço na ponta do preservativo para coletar o esperma. E de 75% a 82% das mulheres não checaram a camisinha em busca de danos. :shocked: :blink:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: