Técnicas de memorização

02 maio 2012 | By

Dicas de memorização

A cada dia que passa você precisa saber mais, entender melhor o mundo, e para isso sua memória tem de estar equilibrada e em dia com as mais novas técnicas de memorização.

Muitas pessoas se queixam de possuir uma memória fraca que dificulta e muito o seu aprendizado. Na verdade, achar que tem memória fraca é o maior obstáculo para um aprendizado mais eficiente. Todos temos a capacidade de possuirmos uma boa memória desde que treinemos para isso. Uma boa memória é uma habilidade que pode ser desenvolvida desde que você trabalhe para isso. Muitas pessoas confundem uma boa memória com uma, como podemos dizer, pouco prestativa nas mais variadas situações com a distração. Realmente pessoas distraídas não lembram de muitas coisas que fizeram ou mesmo de muitas coisas que leram, mas isso não significa que tenham uma memória fraca. Você pode ser distraído e ter uma ótima memória, por exemplo para lembrar números de telefone. Um dos segredos para uma boa memória é tentar associar o que se está fazendo com a imagem criada com a ação. Assim se você é daqueles estudantes que chegam em casa, joga um caderno num canto, deita e dorme e depois pedem a ajuda de Deus e do mundo para encontrar o bendito caderno, preste muita atenção. Ao jogá-lo num canto, espere, veja o caderno cair, pular e finalmente permanecer estático no seu cantinho de queda, com certeza irá lembrar mais facilmente onde o deixou. Ter atenção é requisito para poder memorizar. Não é de agora que a memória adquiriu tanta importância para as nossas atividades diárias, desde de tempos remotos ela é reconhecida como o pilar principal para a aquisição e desenvolvimento de nossos conhecimentos, seja no trabalho, em casa ou em toda rotina diária. Muitas civilizações antigas já utilizavam vários sistemas de memória que pudessem ajudar cotidianamente na realização da mais variadas tarefas. Gregos e romanos destacavam a memória para o ponto de partida para o reconhecimento humano. Quantas vezes você já deve ter admirado o seu professor de história ou de geografia por lembrar de detalhe do nosso país? Uma memória bem treinada é motivo de louvores e admiração em qualquer situação. Quem não quer lembrar aquele telefone dito por alguém tão especial em uma festa ou em uma danceteria, ou mesmo na hora do vestibular? Quem não quer ter na ponta da língua as fórmulas de física ou química? Agora você deve perguntar: Mas também posso ter uma memória assim? Sim, você pode, desde que se esforce pra isso e para ajudá-lo, vamos expor a seguir algumas técnicas de treinamento e de instrumentos para que você possa ter uma memória mais ativa, apenas vamos ajudá-lo a iniciar este caminho, caberá a você desenvolver as habilidades, por isso treine, repita incansavelmente os exercícios e mentalize realmente o que você poderá assimilar qualquer técnica desde que queira isso. Lembre-se: “Estudar é fundamental!”.

Para se ter uma boa lembrança você deve desenvolver uma concentração mais eficaz. Ao ler um texto, concentre-se realmente no que você está fazendo.

Agora que você aprendeu a observar, vamos a mais um teste exemplificado, uma aulinha de português. Escreva em um papel a palavra CONCENTRAÇÃO, não se preocupe, eu espero. Agora observe atentamente a palavra e tire suas conclusões sobre o seu significado. Mais um tempinho. Concentrar-se como a própria palavra diz significa atingir, expresso no prefixo CON- e –CENTRO, expresso em centrar-se. Ao estudar, ler um texto ou mesmo assistir a uma aula, você deve ter isso em mente, ou seja, ter essa tarefa como centro de todos os seus pensamentos, pois o seu cérebro irá trabalhar conforme esteja sendo direcionado a um determinado assunto. Concentra-se é uma técnica fundamental de memorização.Centre-se apenas no ponto que deseje atingir, no caso, seus objetivos, esquecendo do mundo exterior. Porém, algumas pessoas que têm dificuldade com a memória, após serem treinadas, realizam mecanicamente o processo. Você já deve conhecer pessoas que conseguem ler livros dentro de um ônibus ou em uma praça lotada, essas pessoas conseguem se concentrar porque já dominaram automaticamente sua concentração.

EXERCÍCIO I

Para se adquirir uma concentração é necessário fazer o exercício chamado, exercícios de respiração, ou seja, primeiramente, procure deixar o ambiente livre de ruídos e barulhos que desviam sua atenção, em seguida, se quiser, escureça o local ou feche os olhos e procure respirar fundo inspirando e expirando profundamente sem pensar em nada por cerca de alguns minutos. Tente pensar por exemplo na sua respiração, sem ouvir os sons exteriores, sem se deixar levar por interrupções. Este exercício lhe trará uma calma interior importante para que você possa iniciar a sua leitura.

EXERCÍCIO II

Se assim mesmo, tiver dificuldade em se concentrar, faça este outro exercício. Escolha um ponto qualquer de sua sala e olhe fixamente para ele, sem pensar em nada, apenas no ponto escolhido, fique assim por uns 10 minutos, cada vez que começar a pensar em uma outra coisa, recomece a marcar o tempo.

EXERCÍCIO III

Outro exercício importante é colocar-se à frente de um espelho e olhar fixamente para o centro de seu nariz, por exemplo, não deixar o olhar desviar do ponto escolhido, insista no exercício, não desista facilmente, fique também por cerca de uns 10 minutos. Repita diariamente esses exercícios, isto irá ajudá-lo a disciplinar a sua concentração, somente pule para as lições seguintes, se realmente se sentir seguro.

LIÇÃO 1

Para melhor memorizar, associe imagens ao que você quer memorizar.

EXPLICAÇÃO

Nossa memória trabalha com que os especialistas chamam de imagens mentais, às quais são condensadas pelo nosso cérebro, este por sua vez grava muito mais facilmente as imagens, situações ou acontecimentos que fogem dos chamados padrões normais. Consideramos como padrões normais, as imagens que podem ser rotineiras em nosso dia-a-dia, ou aquelas que podem ser reais no nosso cotidiano. Se você estiver caminhando na rua, e ver um cachorrinho, por exemplo, esta cena poderá ser tão habitual a ponto de você não lembrar ao final do dia que viu aquele animalzinho. Entretanto, se no lugar do doce cachorrinho, você topar com um cão enorme do tamanho de um elefante que mais parecia um robusto leão daqueles que por mais que estejam encoleirados e acompanhados pelo dono, você atravessa a rua só pra não passar na sua frente, com certeza no final do dia você vai se lembrar muito mais facilmente dessa cena. Criar imagens ridículas e inusitadas, associando-as a objetos, palavra ou cenas que precisam ser memorizadas são técnicas que ativam a sua memória. Assim podemos perceber que nossa mente memoriza muito mais facilmente as imagens do que as milhões de informações que recebemos diariamente. O processo de ligação mnemônica, significa associar palavras ou itens, a imagens que parecem absurdas ou inusitadas. Vamos tentar memorizar por exemplo, os órgãos do sistema respiratório humano, o caminho que segue o ar na inspiração, fossas nasais, faringe, laringe, traquéia, brônquios, bronquíolos e alvéolos pulmonares. Esta pequena lista poderia ser memorizada da seguinte forma:
Imagine o ar como um ser monstruoso de duas cabeças, imagine mesmo, dando corpo a ele, cabeça, olhos, uma camiseta escrita “Eu sou o ar”. Imagine este ser entrando por uma grande caverna, na qual tem uma placa dizendo, FOSSA, imagine esta caverna no formato do seu nariz, este ser entra pela caverna, o seu nariz, aí a FOSSA acaba em um grande escorregador e este desce gritando, gritando e gritando: FARINGE, FARINGE. De repente, ela faz uma pausa e decide chupar uma laranja, associe a palavra laranja à LARINGE, enquanto ele chupa a laranja, vai fazendo um barulho, trac, trac, trac, assim você lembrará da TRAQUÉIA, então o barulho deixa o ser monstruoso irritado, muito irritado, bronqueado e nosso amigo chega aos BRONQUIOS,note que o início de uma palavra remede a outra. A irritação o deixa de cabeça quente, ou seja, com bronca nos miolos, chegamos aos bronquíolos e de repente aparece na frente de nosso amigo ar um monstro alvo em forma de pulmão, é o ALVÉOLO PULMONAR.

Se você realmente imaginar as cenas, conseguirá lembrar por meio de algumas palavras os órgão da respiração. Assim você lembrará por associação, caverna lembrará FOSSA, ou seja, FOSSAS NASAIS. Escorregador lembre-se do grito FARINGE, FARINGE. LARANJA associe à LARINGE. TRAC TRAC associe esse barulho à TRAQUÉIA. Ficar BRONQUIADO, BRONQUIOS E BRONQUIOLOS. ALVO PULMÃO, ALVÉOLO PULMONAR.

Assim para memorizar objetos, ou palavras, crie associações aparentemente absurdas que possam se destacar em sua mente. Esta técnica é conhecida normalmente pelo nome de encadeamento (conexão).

EXERCÍCIO

Para exercitar elabore você mesmo uma lista de objetos ou de palavras importantíssimas ao aprendizado de determinada matéria, como no caso dos órgãos da respiração que passamos. Crie associações para memorizar esta lista, as imagens devem ser realmente criadas em sua mente para que você possa memorizá-las, novamente pratique os exercícios e dedique-se, pois será importante para você aprender as técnicas e alcançar um melhor aprendizado.

LIÇÃO 2

Para treinar a sua memória treine memorizar a sua lista de tarefas diárias.

EXPLICAÇÃO

Da mesma forma que o exercício anterior, pode-se decorar por exemplo uma lista de tarefas a ser cumpridas no dia. Vamos dizer que hoje é domingo e você precisa:
I –lavar o carro
II – ligar para um amigo importante
III – assistir a um programa de televisão
IV – Fazer dever de casa
V – Compra uma camisa no shopping

Use a sua criatividade e crie as imagens inusitadas na sua mente. Faça este exemplo como exercício.

EXERCÍCIO

Pratique criando você mesmo a sua lista de tarefas diárias de toda a semana lembrando-se dela todas as manhãs.

LIÇÃO 16

Para memorizar textos ou discursos, selecione palavras chaves no texto.
1º Leia atentamente o texto sublinhando as idéias principais de cada parágrafo.
2º Após esta leitura minuciosa, releia o que foi sublinhado e destaque aquele parágrafo que você acha principais e que realmente são uma síntese de todo texto.
3º Após determinar estes parágrafos, tente condensá-los entre uma ou duas palavras cada um, que contenham a idéia principal abordada, estas serão as palavras chaves na ordem das idéias contidas no texto.

EXPLICAÇÃO

Não adianta decorar palavra por palavra, pois se você esquecer uma delas, corre o risco de perder toda a frase e a seqüência. Toda fala, discurso falado ou escrito que precisam ser memorizados exigem a memorização das idéias a serem apresentadas. Digamos que você será o orador de sua sala no dia de sua formatura. Imagine se esquecendo o texto bem no dia, ou tendo que olhar no papel e esconder o rosto, pior ainda, imagine, se as folhas voam e saem da ordem, bem, melhor nem imaginar uma cena dessas. O segredo para memorizar tetos ou discursos é a utilização de palavra chaves, essa técnica pode ser aplicada aos assuntos que quiser. Por exemplo, se o assunto fosse a situação econômica do Brasil, esta poderia ser a sua lista de palavras chave: desemprego atual, fábricas fechando, planos do governo, criminalidade, protestos, miséria, alternativas.

EXERCÍCIO

Agora selecione textos de jornais ou revistas, ou mesmos textos escolares de não mais de quatro páginas e procure exercitar essa técnica.

Leitura Dinamica

4 comentários em “Técnicas de memorização

  1. Muito interessante essa matéria , porém requer dedicação mesmo , para aprender a memorizar, com estes exercícios, porém isso aqui ta dando emm : EXERCÍCIO II

    Se assim mesmo, tiver dificuldade em se concentrar, faça este outro exercício. Escolha um ponto qualquer de sua sala e olhe fixamente para ele, sem pensar em nada, apenas no ponto escolhido, fique assim por uns 10 minutos, cada vez que começar a pensar em uma outra coisa, recomece a marcar o tempo.
    Esse lance aqui e a do espelho, haja paciência rsrsrsrs… Eu não sei me aturaria ficar durante 10 ou mais minutos olhando para a ponta do meu nariz na frente de um espelho é complicado, mas se tiver dedicação acho que esses execícios daram super certo …
    Parabéns pela matéria :) Bom quem não arrisca , não petisca já dizia os antogos, então vou tentar :tongue: :cool:

  2. RickReymondNo Gravatar disse:

    hahahhaha
    Acho que 10 minutos e demais , pois se eu ficar 10 minutos sem pensar , com certeza no 11 estaei no 3º sono….. :sleeping:
    :whistle:

  3. RickReymondNo Gravatar disse:

    será uma auto hipnose kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk :devil:

  4. pois é meio estranho esse exercicio mass , quem sou eu pra dizer que ta kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: