Veja como a líbido afeta seu corpo, parte a parte

03 abr 2012 | By

Os sinais da luxúria

O sexo começa muito antes de duas pessoas trocarem carícias entre 4 paredes

O sexo começa muito antes de duas pessoas trocarem carícias entre 4 paredes. Só de “pensar naquilo”, já ocorrem alterações no cérebro e em todo nosso corpo. A excitação masculina costuma ser despertada visualmente, pela imagem do objeto de desejo ou cenas eróticas. Já elas se sentem mais estimuladas com a proximidade física, o tato — e coram a pele, uma arma evolucionária de sedução. Após essas preliminares, nosso corpo dispara sinais para que o desejo se concretize, garantindo a sobrevivência da espécie. Confira abaixo os menos evidentes entre esses sintomas picantes.

Libido (do latim, significando “desejo” ou “anseio”) é caracterizada como a energia aproveitável para os instintos de vida. De acordo com Freud, o ser humano apresenta uma fonte de energia separada para cada um dos instintos gerais.

“Sua produção, aumento ou diminuição, distribuição e deslocamento devem propiciar-nos possibilidades de explicar os fenômenos psicossexuais observados” (1905a, livro 2, p. 113 na ed. bras.)A libido apresenta uma característica importante que é a sua mobilidade, ou a facilidade de alternar entre uma área de atenção para outra.No campo do desejo sexual está vinculada a aspectos emocionais e psicológicos. (wikipedia)

Revista Galileu

 

 

Mistério A+

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: