Vermes microscópicos podem ser a chave para imortalidade

07 mar 2012 | By

A capacidade de multiplicação desses animais servirá de inspiração para métodos eficientes de rejuvenescimento

Cientistas tentam entender capacidade de mulpiplicação da planária

Pesquisadores britânicos acreditam que platelmintos podem viver para sempre graças à capacidade de regeneração constante. Essa teoria foi formulada depois que especialistas da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, criaram uma colônia de mais de 20.000 platelmintos a partir de um único verme.

As planárias vivem em lagos e lagoas e têm a incrível capacidade de regeneração e multiplicação das partes de seu corpo. Por isso, quando verme tem uma de suas partes amputadas, conseguia se reconstituir novamente. Em outras palavras, os pedaços de uma única planária são capazes de criar músculos, pele, vísceras e cérebro, dando vida nova a um novo ser.

Entender como esse fenômeno funciona, bem como os processos químicos envolvidos pode ajudar cientistas a desenvolver novos métodos para permitir que seres humanos fiquem jovens por mais tempo.

Além disso, de acordo com um dos líderes da pesquisa, Aziz Aboobakes, os dados coletados vão ajudar a entender o que é preciso para um animal ser potencialmente imortal. “Nossa próxima meta é compreender os detalhes da evolução de um animal imortal”, disse ao The Telegraph.

Há muito, os platelmintos fascinam os cientistas pela sua capacidade de regeneração. Os estudos mais recentes revelaram que esse verme pode manter continuamente, e durante as regenerações, o comprimento de uma parte crucial de seu DNA, o telômero, responsável por proteger as funções celulares do envelhecimento.

Com um DNA fortalecido, os pedaços de uma única planária são capazes de criar músculos, pele, vísceras e cérebro, dando vida nova a um novo ser.

Revista Galileu

Misterio A+

Um comentário em “Vermes microscópicos podem ser a chave para imortalidade

  1. TÁ COMO FAÇO PARA ACABAR COM ESTE VERME?? O QUE TENHO DE TOMAR?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: