‘Pior do que Aids’: cientista alerta para novo tipo de DSTs que pode matar em dias

08 maio 2013 | By

132396962Estudiosos e especialistas da área médica estão em alerta para a existência de um novo tipo de gonorreia. A variação da doença sexualmente transmissível identificada como HO41 tem efeitos semelhantes aos da Aids e pode matar em poucos dias.

Atuando no organismo de forma mais direta, a nova DST faz os infectados entrarem em choque e morrer em questão de dias. De acordo com o médico norte-americano Alan Christianson, um dos responsáveis pela descoberta, a doença se mostrou tão perigosa quanto o vírus do HIV, que já matou mais cerca de 30 milhões de pessoas em todo o mundo

A versão mais perigosa da gonorreia foi diagnosticada pela primeira vez em uma japonesa de 31 anos, em 2009. A doença chamou a atenção pela rápida proliferação e a resistência a medicamentos. Desde então, Christianson afirma que já houve casos confirmados em pelo menos três diferentes regiões do mundo: na Noruega e nos Estados americanos do Havaí e da Califórnia.

Segundo o diretor executivo da Coalizão Nacional de Administração de DST nos Estados Unidos, William Smith, a situação só piora com o tempo, já que a infecção tende a se tornar cada vez mais nociva ao organismo. A expectativa é que o governo norte-americano libere US$ 54 milhões na busca por drogas que possam combatê-la.

Até o momento, a maneira mais eficaz de se proteger contra a gonorreia HO41 é fazendo o uso frequente do preservativo.

Fonte: DSTS

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: