As 9 criaturas que podem ser consideradas “vampiros da vida real”

29 jul 2014 | By

De acordo com a Wikipédia, Vampiros são seres folclóricos que sobrevivem se alimentando da essência vital de criaturas vivas, o sangue. Se isto é verdade, então podemos dizer que tais seres não são tão “folclóricos” assim, pelo menos não na forma de humanos. Esqueça os pernilongos, encontramos na natureza 9 animais e insetos que existem e que talvez você não conhecia, que TAMBÉM sobrevivem se alimentando disto aí que corre em suas veias. Vampiros existem! Conheça 9 deles a seguir:

 

criaturas-vampiros-reais-1

1 –Tentilhões Vampiros

Espécie: Tentilhão Vampiro (Geospiza difficilis septentrionalis).

Ataque/Alimentação: Eles abrem as feridas de outras aves para se alimentar do sangue que sai, principalmente de gaivotas. O mais louco é que suas presas geralmente não revidam.

Probabilidade de atacar humanos: A menos que você seja um pássaro e que viva nas ilhas de Galápagos, você está seguro.

2 – O Candirú

Espécie: Candiru (Vandellia cirrhosa), também conhecido como peixe-vampiro.

Ataque/Alimentação: Ele entra dentro da presa para sugar seu sangue. O peixe que tem o perfil aerodinâmico de um supositório, ao ser atraído pelo cheiro ele pode aprumar suas nadadeiras, ao fluxo da urina e nadar até penetrar na uretra. Ele então se instala e não tendo como voltar da mesma maneira que entrou pois ele abre a parte posterior do corpo e suas nadadeiras o dão a forma de guarda-chuva.

Probabilidade de atacar humanos: Grande. Eles se alimentam de peixes mas também são muito temidos pelos nativos da região amazônica. Segundo estudiosos, o peixe se alimenta do sangue e tecido do agente hospedeiro e só pode ser retirado por meio de cirurgia

3 – As Lampreias

Espécie: Lampreia (Petromyzontidae)

Ataque/Alimentação: A boca da lampreia funciona como ventosa, através dum complexo mecanismo que age como uma bomba de sucção A enguia tem diversos dentes que se prendem à presa tornado-a imóvel e indefesa.

Probabilidade de atacar humanos: Apenas se estiverem famintas.

4 – O Kissing Bug

criaturas-vampiros-reais_2

Espécie: os EUA conhecido como Kissing Bug (inseto beijador) (Triatoma sanguisuga), uma espécie de barbeiro sanguessuga.

Ataque/Alimentação: Ele beija sua face enquanto você dorme, um beijo demorado de cerca de 15 minutos.

Probabilidade de atacar humanos: Alta. No caso desta espécie, especialmente se você vive no Arizona ou Texas. Eles infectam a vítima com doença de Chagas e suas mordidas causam reações alérgicas incluindo inchaço nos olhos, bolhas na pele, dificuldades respiratórias e até convulsões. No Brasil insetos da mesma família são conhecidos como Barbeiro.

5 – Nesomimus macdonaldi

Espécie: Nos EUA conhecidos como Hood Mockingbird (Nesomimus macdonaldi)

Ataque/Alimentação: Estes pássaros caçadores são basicamente iguais aos Tentilhões Vampiros, a diferença é que são mais “cara-de-pau”, não têm medo de nós humanos. Se alimentam basicamente de feridas de animais e de ovos de gaivotas

Probabilidade de atacar humanos: É muito mais provável que eles estejam interessados ​​em sua garrafa de água do que em seu sangue.

6 – As Mariposas vampiros

Espécie: Calyptra

Ataque/Alimentação: Usa o que é basicamente um canudo geneticamente evoluído (chamado de tromba) para fazer um “lanchinho” com o sangue de vertebrados.

Probabilidade de atacar humanos: Eles se alimentam 100% de você. A boa notícia é que eles estão se movendo mais e mais para o norte de seu habitat nativo, portanto se você mora nos EUA, em breve estarão em um bairro perto de você!

7 – Pica-boi-de-bico-amarelo ou Pica-boi-de-bico-vermelho

Espécie: Pica-boi-de-bico-vermelho (Buphagus erythrorhynchus) e Pica-boi-de-bico-amarelo (Buphagus africanus)

Ataque/Alimentação: De forma similar aos Tentilhões Vampiros, como o próprio nome diz, esta ave se alimenta de feridas das costas de grandes mamíferos, como gado por exemplo.

Probabilidade de atacar humanos: Humanos são perda de tempo para os Pica-bois, portanto fique tranquilo.

8 – Os caracóis sanguessugas

Espécie: Cooper’s Nutmeg snail (sem tradução para português) (Cancellaria cooperii)

Ataque/Alimentação: Os caracóis fazem pequenos cortes na superfície ventral de peixes Torpedo elétrico e inserem suas trombas nas feridas para sugar o sangue.

Probabilidade de atacar humanos: A não ser que você emita choques elétricos, a probabilidade é vaga.

9 –As borboletas Madrileniaiscriaturas-vampiros-reais_3

Espécie: Borboleta Madrilenial

Ataque/Alimentação: Se alimentam basicamente

de sangue, mas apenas de corpos frescos.

Probabilidade de atacar humanos: Em vida a probabilidade é Nula. Agora se tiver acabado de morrer a história é outra, mas aí tanto faz

Rock’n Tech

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: