Açafrão-da-terra / Cúrcuma – Benefícios poderosos para saúde

15 mar 2017 | By

Cúrcuma (açafrão-da-terra)

Para que serve e os seus benefícios

O Açafrão-da-terra também conhecido como cúrcuma tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, além de fazer bem para o cérebro, coração, contra o câncer e ainda ajuda emagrecer.
Cúrcuma, o açafrão-da-terra, também popular como gengibre amarelo e açafrão da índia, se caracteriza raiz da família do gengibre. No planeta inteiro existem mais de 100 espécies da família cúrcuma, porém o açafrão consumido é proveniente da Curcuma longa.
E tem sido usado há mais de 4000 anos pelo Oriente Médio e Ásia, em Medicina Ayurvedica, e também em Medicina Tradicional Chinesa, de fitoterápico potente. Tal tempero se sobressai por ação antienvelhecimento e antioxidante, e de acordo com pesquisa da Universidade da Califórnia consegue diminuir o risco da doença de Alzheimer.
A cúrcuma ainda atua protegendo em relação a muitos tipos de câncer e possui ação anti-inflamatória. É necessário ter atenção para não fazer confusão do açafrão-da-terra com açafrão vermelho. O açafrão vermelho tem origem de pistilos de uma flor, e é determinada especiaria de maior preço do planeta, sendo o açafrão-da-terra bem mais acessível.

Açafrao da Terra- CurcumaPropriedades do açafrão-da-terra
A cúrcuma apresenta vários minerais e vitaminas, sendo destaque o potássio, que auxilia para controle da pressão arterial e prevenção de derrames. Ainda se resume fonte da vitamina C, aliada em relação à imunidade, e também vitamina B6, que se caracteriza boa ao cérebro.
O tempero também apresenta ferro, para prevenção de anemias, manganês fundamental ao metabolismo do colesterol e ao crescimento, e cálcio, interessante aos ossos e dentes.
Ainda magnésio, essencial ao metabolismo da glicose. Mais proteína, benéfica aos músculos, a gordura e teor superior da fibra solúvel, para melhorar trânsito intestinal.
Porém, o seu enorme valor está na curcumina, o polifenol de ação antioxidante e anti-inflamatória, que gera a cor amarela forte do açafrão. Trata-se de inúmeros os benefícios de curcumina, em especial pelo próprio efeito anti-inflamatório e antioxidante.
A mesma favorece combater câncer, melanoma, mama, pâncreas, próstata, e reduz risco da leucemia e mieloma múltiplo, e situação das metástases em vários tumores.
Tem função de desintoxicar o fígado, é bom ao coração, auxilia em controlar diabetes, neutralizará radicais livres, diminui inflamação de artrite, possui ação analgésica, antibacteriana e antisséptica.
Atua em metabolismo de gorduras ajudando no emagrecimento, auxilia na acne, psoríase e mais enfermidades da pele, e vai acelerar cicatrização. E ainda faz prevenção da doença de Alzheimer, vai combater depressão e esclerose múltipla. Os efeitos todos têm documentação por vários estudos científicos.

Benefícios nos estudos do Açafrão-da-terra

– Ação intensa anti-inflamatória.
A curcumina é determinada o agente mais importante farmacológico em açafrão. Em vários estudos, efeitos anti-inflamatórios da curcumina se caracterizam comparáveis aos de hidrocortisona, fenilbutazona e diclofenaco, remédios anti-inflamatórios relevantes.
De forma contrária a tais medicamentos, que estão ligados aos efeitos colaterais relevantes, composição da úlcera, redução da quantidade de células brancas do sangue, sangramento pelo intestino, a curcumina não faz produção de qualquer toxicidade.
– Função antioxidante.
Estudos clínicos têm feito comprovação que curcumina desempenha efeito antioxidante bastante significativo. Desta maneira, a mesma consegue neutralizar radicais livres, substâncias químicas causadoras de danos para células.
– Aliado contra artrite. Pela ação antioxidante de curcumina, a cúrcuma auxilia para alívio da artrite. Isso por motivo que em tal enfermidade os radicais livres têm responsabilidade por degeneração e inflamação de articulações.
Ao combinar efeito antioxidante e anti-inflamatório do item são diminuídos os sintomas de artrite, sendo exemplo o edema que é inchaço, dor e rigidez matinal.
– Benéfico contra câncer.
A ação antioxidante de curcumina encontrada na cúrcuma é capaz de proteger células contra radicais livres que podem prejudicar DNA celular, cuja modificação ocasiona o desenvolvimento das células cancerígenas.
Tal polifenol ainda auxilia o corpo para destruição de células cancerosas desprendidas, com metástases evitadas. A curcumina também atua ao inibir síntese das proteínas que agem em formar tumor, e vai evitar angiogênese, que se caracteriza composição dos novos vasos sanguíneos para desenvolvimento das células cancerígenas alimentado.
– Interessante ao cérebro.
Os resultados de estudo, com publicação no ano 2014 em revista Stem Cell Research & Therapy, apontam que a cúrcuma pode auxiliar para reparo do cérebro depois de lesão e ainda pode ter uso para tratamento de enfermidades neurodegenerativas.
Para exame dos efeitos do açafrão-da-terra nas células cerebrais, células-tronco foram banhadas por cientistas do cérebro adulto em extrato apresentando turmerona, polifenol presente na cúrcuma. O desenvolvimento das células-tronco apresentou superioridade de 80% em comparação com o controle.
Os pesquisadores de Michigan State University fizeram descoberta que o açafrão-da-terra consegue impedir composição dos compostos destrutivos, as proteínas alfa-sinucleína, que são encontrados no cérebro em enfermidades neurodegenerativas, sendo exemplo Alzheimer e Parkinson.
Curcumina ainda diminui risco de doença de Alzheimer, de acordo com pesquisa da Universidade da Califórnia, Estados Unidos. A mesma atua diminuindo a composição das placas amilóides.
A doença de Alzheimer é decorrente da acumulação da proteína denominada beta-amilóide, que tem depósito em células cerebrais, com produção de inflamação e estresse oxidativo, compondo placas entre células nervosas, os neurônios, pelo cérebro e gerando perturbação ao funcionamento do mesmo.
– Benéfico ao coração.
A curcumina é responsável por evitar oxidação do colesterol no corpo. O colesterol oxidado se resume o que gera dano aos vasos sanguíneos e tem acúmulo nas placas endurecidas que podem acarretar ataque cardíaco ou derrame. Tal ação impedindo oxidação do colesterol pode auxiliar a diminuir progressão de aterosclerose e mais enfermidades cardíacas.
– Atua contra depressão.
Um estudo com publicação em revista Phytotherapy Research fez confirmação por meio do ensaio clínico nos 60 pacientes, que curcumina se caracteriza segura e com eficiência em tratar estados graves da depressão, em comparação com fluoxetina.
A eficácia de curcumina foi parecida ao remédio antidepressivo, porém, a curcumina não possui qualquer dos efeitos colaterais com associação à droga e ainda oferece benefícios extras para vida saudável.
Tais resultados estão em concordância com mais uma pesquisa, com publicação em revista Psychopharmacololy, apontando que curcumina eleva níveis de neurotransmissores, sendo exemplo dopamina e serotonina, os causadores de sentir-se em bem-estar.

– Positivo contra acne.
A cúrcuma tem eficácia em tratar acne por causa das suas propriedades antissépticas e antibacterianas, a mesma vai combater espinhas, controlar oleosidade e oferecer brilho à pele. Para que tal resultado seja obtido, a recomendação é aplicação tópica da cúrcuma, dialogar com o médico acerca da melhor forma de uso.

– Auxilia no emagrecimento.
Um estudo com publicação por Journal of Nutrition apontou a ação do açafrão-da-terra em inibir lipogênese, produção da gordura pelo organismo. O tempero diminuiu o percentual da gordura do corpo, em grupo que consumiu o condimento. A dose utilizada em estudo se resumiu a 5 gramas diárias, o mesmo que uma colher de chá rasa.
Mais estudos apontam que a ação anti-inflamatória de curcumina se caracteriza um dos mecanismos que auxiliam no emagrecimento. Uma pesquisa com publicação em European Journal of Nutrition faz sugestão que curcumina pode ter utilidade em tratar e prevenir enfermidades crônicas associadas com obesidade.
Já que a curcumina faz interação em muitos caminhos metabólicos responsáveis por reversão da resistência para insulina em pré-diabetes, ainda hiperlipidemia no colesterol elevado, hiperglicemia em açúcar elevado pelo sangue, e mais sintomas inflamatórios relacionados com obesidade.

Quantidade recomendada para consumo

Na situação de adquirir a raiz completa, usar 1 ou 2 rodelas para o dia. No caso da ingestão do açafrão em pó, o recomendado se resume a 1 colher de chá, em torno de 5 gramas, todos os dias se haver, determinado problema de saúde.
Os indivíduos saudáveis podem utilizar a quantidade que determinarem de maior conveniência, o essencial é a regularidade, que a cúrcuma integra a rotina alimentar.
Ao adquirir a raiz inteira, o indicado é uso de rodelas em suco, chás, em preparação de mais pratos, ou ralado sobre a salada. Utilizar o tempero de açafrão em pó como desejar nos pães, bolos, sopas, omeletes, biscoitos, tapiocas, aves, cozidos e carnes, arroz, feijão, ervilha, legumes, entre outros.
O tipo em pó ainda pode ser aplicado nos sucos. Por se tratar de um pó, não é interessante ingerir o açafrão a seco, como em polvilho na salada, como exemplo. Já que existe maior risco de engasgar.
O mesmo pode ter mistura em qualquer espécie de líquido, sendo exemplo em preparo de alimentos ou em produção dos molhos à salada. É interessante fazer mistura com óleo de coco, maionese, azeite, manteiga, iogurte, leite, entre outros.
Uma dica é fazer combinação da cúrcuma com pimenta do reino para aumento da biodisponibilidade, a absorção. A pimenta do reino se caracteriza rica no flavonóide denominado piperina, que eleva absorção de mais nutrientes.
O curry é produzido usando cúrcuma e pimenta, e ainda pode ser integrado na rotina. O ideal é comprar cúrcuma nas lojas de produtos naturais e ao adquirir, verificar a validade. Já que quanto mais frescor, mais rico nos polifenóis será.
O açafrão-da-terra tem indicação a todos os indivíduos, sendo restrito somente em situações raras de alergias a tal tempero. Não existem efeitos colaterais na ingestão de cúrcuma e ainda os problemas não tiveram descoberta em ingestão em excesso de tempero.

Cúrcuma presente na Culinária

A raiz de turmérico se resume ao alimento muito energético. O vegetal se caracteriza aromático e tem gosto picante, como o próprio primo gengibre. Pelo sul da Índia, a raiz tem consumo em modo cru. Por causa da presença do pigmento curcumina, a raiz mostra superfície de alaranjada intensa ao cortar.
Por esta razão, é bastante usada de corante alimentício natural nas bebidas, macarrões, mostarda, laticínios, entre outros. Mesmo que o condimento seja bastante usado para coloração de pratos, é importante lembrar que o mesmo tem gosto amargo e picante.
As folhas do vegetal são determinadas aromáticas, e com possibilidade para uso na culinária. As mesmas podem ser aplicadas para aroma de receitas com o próprio cheiro parecido ao da manga verde e ainda servir para embrulhar pratos, de exemplo bolinhos de arroz e peixes assados.

Treino Mestre

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: