Diferença entre o vegetarianismo e o veganismo

04 mar 2017 | By

Vegetariano:
Vegetarianismo é um regime alimentar que exclui da dieta todos os tipos de carne (boi, peixe, frutos do mar, peru, faisão, paca, porco, carneiro, frango e qualquer ave, etc), bem como todos alimentos derivados. É baseado fundamentalmente no consumo de alimento de origem vegetal, com ou sem o consumo de laticínios e/ou ovos. O veganismo, ou vegetarianismo estrito, exclui da dieta todo e qualquer consumo de alimentos ou sub produtos derivados de origem animal, assim, seus adeptos também não consomem ovos, laticínios (leite, queijo, manteiga) e mel.

Vegano:
Veganismo é uma filosofia de vida motivada por convicções éticas com base nos direitos animais, que procura evitar exploração ou abuso dos mesmos, através do boicote a atividades e produtos considerados especistas (Especismo – Espécie + ismo)*.

Vegetarianismo:

Essa forma de dieta é frequentemente confundida com o veganismo, mas, embora veganos sejam vegetarianos estritos, não são a mesma coisa:
“Apesar de [nutricionalmente] classificarmos os ‘vegetarianos verdadeiros’ apenas pela alimentação, existe uma diferença entre o vegano e o vegetariano estrito. Geralmente o vegano também não utiliza produtos não alimentícios provenientes de animais, como lã, couro, seda e pele. Quando falamos em termos [exclusivamente] nutricionais, não faz diferença essa classificação.”

Formas de vegetarianismo

Ovolactovegetarianismo
Dieta composta por alimentos de origem vegetal, ovos, leite e derivados deles. Nesta dieta só há a exclusão de qualquer tipo de carne da alimentação.
Lactovegetarianismo
Dieta composta por alimentos de origem vegetal, leite e seus derivados. Os que a seguem não comem ovos nem qualquer tipo de carne. Essa é a dieta tradicional da população indiana.
Ovovegetarianismo
Dieta composta apenas por alimentos de origem vegetal e ovos, havendo a exclusão dos produtos lácteos e seus derivados e de carne.
Vegetarianismo semiestrito
Dieta que exclui quase todos os alimentos de origem animal, abrangendo somente o mel.
Vegetarianismo estrito
Também chamado de vegetarianismo verdadeiro, é uma dieta que exclui todos os produtos de origem animal. Vegetarianos estritos não comem, assim, qualquer tipo de carne,ovos, laticínios, mel, etc., retirando da dieta todos os produtos de origem animal.

Enquanto o vegetarianismo estrito é apenas um regime alimentar, veganismo é respeito aos direitos animais – o que inclui o vegetarianismo estrito por razões éticas, mas não apenas (circo com animais, rodeios, produtos testados em animais, e qualquer outra forma de exploração animal é boicotada pelos veganos).
*Especismo – Espécie + ismo)* é o ponto de vista de que uma espécie, no caso a humana, tem todo o direito de explorar, escravizar e matar as demais espécies por serem elas inferiores. É a atribuição de valores ou direitos diferentes a seres dependendo da sua afiliação a determinada espécie. O termo foi cunhado e é usado principalmente por defensores dos direitos animais para se referir à discriminação que envolve atribuir a animais sencientes diferentes valores e direitos baseados na sua espécie, nomeadamente quanto ao direito de propriedade ou posse.
O especista acredita que a vida de um membro da espécie humana, pelo simples fato do indivíduo pertencer à espécie humana, tem mais peso e mais importância do que a vida de qualquer outro ser. Os fatores biológicos que determinam a linha divisória de nossa espécie teriam um valor moral – nossa vida valeria “mais” que a de qualquer outra espécie.
De modo similar ao sexismo e ao racismo, a discriminação especificista pressupõe que os interesses de um indivíduo são de menor importância pelo mero fato de se pertencer a uma determinada espécie. De acordo com a igual consideração de interesses, sua semelhança implica deverem ser respeitados independentemente da espécie considerada. Infligir dor a um animal sem se preocupar com isso é ignorar o princípio básico da igualdade, que parte da premissa da igual consideração de interesses.

Tipos de alimentos veganos:

 

Os grãos integrais e batatas.
Todos os legumes.
Todas as verduras e vegetais, verdes e amarelos.
Todas as sementes e nozes (a melhor fonte de ômega 3).
Todas as frutas.
Alimentos ricos em vitamina B12 e sais minerais.

Conheça quais são os alimentos principais para a obtenção dos nutrientes essenciais:

Dos alimentos vegans, as principais fontes de proteína são: Arroz castanho, lentilha, frutas secas, sementes de leguminosas, quinoa, quorn (uma espécie de massa feita de fungos como cogumelos ainda pouco conhecida no Brasil), sementes, queijo de soja (tofu), iogurte de soja.
Os alimentos vegans que maior quantidade de ferro são: Espinafres, salsa, derivados de soja, levedura de cerveja, frutos de casca dura, melaço, sementes de sésamo, vegetais de folha verde, vegetais de folha escura, ameixas, cereais integrais, passas, farinha de soja, coco, caril, frutos secos, figos, feijões.
Os alimentos vegans com maior quantidade de cálcio são: Agriões, ruibarbo, beterraba, espinafres, brócolis, couve chinesa, couve portuguesa, cebola crua, couve crua, pepinos, feijão verde, salsa, aipo cru, nabo, zucchini, alcachofras, vegetais de folha escura, gergelim, sementes de sésamo.
Os alimentos vegans com maior quantidade de Vitamina B12 são: Misô, broto de alfafa, levedura nutritiva (Red Star Vegetarian Support Formula), algas verdes-azuis (espirulina, clorela) e algas marinhas, leite de soja e leites vegetais enriquecidos com B12, iogurte de soja.
Os alimentos com carboidratos são naturalmente vegans, como as batatas e as massas. Opte pelas massas de farinha integral, são mais ricas e não passam pelo refinamento da farinha branca, causa de inúmeros problemas intestinais, como a prisão de ventre.

Veganismo

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: