Semente de Sucupira, a solução milagrosa para dores nas articulações

26 mar 2017 | By


A sucupira, de nome científico Pterodon pubescens Benth, é uma árvore de médio porte, chegando a alcançar de 8 a 16 metros de altura. O tronco retorcido possui casca lisa branco-amarelada e as raízes formam, às vezes, expansões de reserva, as batatas-de-sucupira. Com raízes profundas fincadas no solo, esta árvore ocorre no Cerrado e sua transição para a floresta semidecídua da Mata Atlântica, nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso, Tocantins, São Paulo, Goiás, Piauí e Mato Grosso do Sul.
Povos indígenas costumavam utilizar a planta através de chás ou beberagens, e, atualmente, o consumo do chá desta planta vem se popularizando a cada dia e estudos científicos já comprovaram os benefícios que o extrato de sucupira-branca proporciona à saúde. A planta possui propriedades medicinais que auxiliam no tratamento da artrose e do reumatismo aliviando as dores provocadas por estas doenças. As sementes de sucupira podem ser encontradas em lojas de produtos naturais.

Sementes de Sucupira

A semente de sucupira é referencial na medicina alternativa do Brasil. É mais comum na região centro-oeste do Brasil. Estudos feitos pela Unicamp comprovaram que a sucupira possui ação antinflamatória, antibiótica, antioxidante, anestésica e anticancerígena. Muito utilizada por pessoas com dores nos ossos, corpo, hérnia de disco, bicos de papagaio, artrose, rouquidão, hemorroidas, vermes intestinais e controle de diabetes
As propriedades
Estudos apontam que o óleo das sementes de sucupira possui propriedades antibióticas, antioxidantes, anti-inflamatórias, analgésicas, tônica, estimulante, antirreumáticas e anticarcinogênicas. Segundo estudos publicados, a presença de flavonoides e de determinadas proteínas na composição da semente da sucupira apresenta efeitos positivos na redução de dor, principalmente em casos de artrite e reumatismo.
Além disso, esses estudos também apontam a presença de antioxidantes, que combatem os radicais livres e tem ação broncodilatadora . Investiga-se, ainda, a ação da semente de sucupira no tratamento de casos de doenças parasitárias, como a Doença de Chagas. O extrato da semente de sucupira é indicado para pessoas que sofrem com casos de dores ósseas, dentre os quais problemas de coluna (hérnias de disco), bicos de papagaio, artrites, reumatismo e dores das articulações em geral.

Receita do chá de semente de sucupira
Ingredientes:
5 sementes de sucupira (Pterodon Pubescens Benth)
1,5 l de água.
Modo de preparo:

Coloque a água no fogo para ferver e triture as sementes de sucupira (Use de preferencia uma panela descartável). Após isso, junte-as à água em ebulição e deixe ferver por mais dois minutos ou 3 a 4 sementes em 200 ml de água quente, deixe por cinco minutos depois fure as sementes e deixe por mais 5 minutos.
Apague o fogo, deixe amornar e coe. O chá pode ser bebido várias vezes durante o dia, como substituto da água.
Sucupira como remédio para coluna
Outro uso que merece destaque é no tratamento de dores da coluna. Remédios para dores na coluna são muito pesados, com efeitos colaterais para o sistema digestivo. Com o tempo, os remédios ainda começam a perder o efeito. Por isso, a Sucupira é uma excelente opção ao remédio, porque trata a dor com pouco ou quase nenhum efeito colateral.

Sucupira no vinho: forma mais eficaz de consumo
As pesquisas mostraram que as sementes que estão disponíveis para venda por empresas conceituadas são mais eficazes quando utilizadas com vinho, pois o vinho faz com que um processo de fermentação com o óleo que otimiza as propriedades da Sucupira e seus benefícios.
Para o preparo dessa forma de consumo da Sucupira, você vai precisar de:

Como fazer uma beberagem misturando a Semente da Sucupira com vinho (branco ou tinto). Segundo dizem é excelente para dores ósseas, hérnia de disco, bicos de papagaio, artrites e até previne o câncer da próstata. Age como antiinflamatório.

Receita:

Ingredientes:
01 (um) litro de vinho branco;
10 (dez) sementes grandes de Sucupira, cortadas em pedaços médios, aproximadamente 01 semente para cada 100 ml de vinho.

Modo de preparo:
Deposite os pedaços de Semente de Sucupira na garrafa de vinho branco;
Deixe descansar por 10 dias;
Coe, para separar os restos de semente.
Seu Vinho de Sucupira está pronto para consumo!

Modo de uso:
A melhor maneira de tomar esse poderoso remédio natural é em 3 (três) colheres de sopa, diluídas em 1/2 (meio) copo d’água, 2 (duas) vezes ao dia, uma no café da manhã e outra no jantar. Assim você poderá se beneficiar dos efeitos milagrosos da Semente de Sucupira.
Quanto ao tempo de uso, o máximo recomendado são 3 meses com pausa de 15 dias

Sucupira: efeitos colaterais
Quando você consome a Sucupira de forma incorreta e não diluída ela pode se acumular no seu corpo e causar algumas reações alérgicas  intestinais. Você deve tomar muito cuidado nesse consumo, e consumir em pequenas quantidades e diluída no vinho ou no biotônico, duas colheres no máximo.
Sucupira no tratamento do câncer e para aliviar efeitos colaterais do tratamento de câncer
Estudos ainda mais recentes mostraram muito mais: provaram resultados da Sucupira contra o desconforto contínuo, como o tratamento de radiação contra o câncer. Há inúmeros estudos que estão sendo realizados em laboratórios tem provado seus benefícios em pacientes com câncer de próstata.

Benefícios  da sucupira
Ação analgésica: Estudos realizados em camundongos apontam que o extrato de sucupira pode ter efeitos analgésicos. Segundo uma pesquisa publicada na Revista Brasileira de Plantas Medicinais, os mecanismos dos efeitos analgésicos permanecem desconhecidos, porém pode-se induzir que a presença dos flavonoides diminui a produção de prostaglandinas responsáveis pela dor.

Diminui a inflamação muscular: Há muito tempo esta espécie vegetal vem sendo frequentemente utilizada pela medicina popular para tratamento de artrite, gota e doenças músculo esqueléticas. Estudos mostram que o extrato de sucupira pode diminuir a inflamação muscular, induzida por processos oxidativos como a artrite. Porém, os estudos publicados não são realizados em humanos. Então, não podemos afirmar que essa ação seja a mesma proporcionada aos animais.

Bom contra as úlceras: O óleo essencial da semente mostrou proteção significativa contra úlceras gástricas em pesquisas realizadas em animais. O óleo essencial levou a uma redução no volume de exsudato e maior influxo de neutrófilos, células de defesa. Desse modo, demonstrou que a sucupira pode exercer efeito antiúlcera e anti-inflamatório, podendo ser mais estudado como opção terapêutica para o tratamento de úlceras gástricas e doenças inflamatórias.
Desde 1967 estudos já mostravam que os frutos podiam ser usados para o tratamento de dores musculares, torções, artrite e artrose, apresentando ação anti-inflamatória e analgésica. Um estudo em ratos mostrou que a administração de extrato hidroalcoólico de sucupira é benéfica devido a presença de diterpenos no óleo da semente. É importante salientar que o tratamento com a sucupira na época não impediu a evolução da doença porem aliviava as dores , consequentemente reduziu significativamente a sua gravidade nos animais testados.

Comentário de usuária –
Yolanda Dos Santos
“”SE SENTIREM DORES INTESTINAIS NÃO SE ASSUSTEM E O REMÉDIO FAZENDO SEU TRABALHO, PODE AMOLECER SUAS FEZES E SAIR ESCURA, ESSE REMÉDIO DESMANCHA E PÕE PRA FORA FEZES QUE ESTAVAM A ANOS ENTOCADAS NO SEU INTESTINO ASSIM COMO VERMES QUE NEM ESTAMES LABORATORIAIS DESCOBREM QUE VOCÊ TEM *QUE FOI O MEU CASO! HOJE ESTOU BEM GRAÇAS A DEUS QUE DEIXOU A NATUREZA PARA NOS CURAR!””

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: