Septo nasal (desvio) causas, manifestações, como corrigir e cirurgia de correção

05 abr 2017 | By


desvio-de-septoO que é desvio de septo nasal?
O septo nasal é a parede que separa as duas narinas. Normalmente, se localiza na posição medial do nariz, separando-o em duas cavidades iguais. Fala-se que o septo está desviado se ele tem um formato anormal, tornando desiguais as duas cavidades e se localizando fora da linha medial do rosto. Em alguns casos, isso pode causar dificuldades respiratórias e em geral favorece o aparecimento de patologias nasais, sobretudo inflamatórias ou infecciosas.

Quais são as causas do desvio de septo nasal?
Alguns desvios de septo nasal são congênitos e estão presentes desde o nascimento; outros são adquiridos, muitas vezes, após traumatismos do nariz.

Quais são as manifestações do desvio de septo nasal?
As manifestações mais importantes do desvio do septo nasal são:
Dificuldades para respirar.
Dor de cabeça.
Sangramento nasal.
Roncos.
Apneia do sono.

Além disso, os desvios do septo nasal podem interferir na fisiologia da respiração, prejudicando a sua qualidade.

Desvio de sépto

Como corrigir o desvio do septo nasal?
O desvio de septo nasal pode ser tratado por meio de uma septoplastia, um tipo de cirurgia corretiva. De preferência, essa cirurgia deve ser feita no final da adolescência, quando o nariz já terminou seu crescimento, mas se o distúrbio causar grande incômodo ou representar um sério transtorno, ela pode ser realizada mesmo na infância, embora, feita nesta fase, o desvio possa retornar. Ela pode ser realizada isoladamente ou ser combinada com outras técnicas para corrigir problemas nasais que costumam acontecer juntamente com os desvios de septo (turbinectomias, rinoplastias, sinusectomias). Trata-se de uma cirurgia que habitualmente é realizada em um hospital, sob anestesia geral. O procedimento não complicado demora cerca de uma hora e o paciente pode ter alta no mesmo dia ou, no máximo, no dia seguinte.
Muitos pacientes usam um descongestionante nasal para aliviar o sintoma de entupimento no nariz, mas essas medicações criam uma espécie de “vício nasal” e o nariz passa a só funcionar bem com elas.

Quais são as possíveis complicações da cirurgia de correção do septo nasal?
Aqui se trata como “complicações” as evoluções pós-operatórias desagradáveis, mas não inesperadas, algumas delas motivadas por fatores incontroláveis, como o tipo de cicatrização do paciente, suas tendências genéticas a reações físicas ou psíquicas, etc.

As complicações mais comuns da septoplastia são: infecções, sangramento nasal, perfuração de septo e diminuição do olfato. Atualmente, essas “complicações” são muito raras, graças à adoção de medidas profiláticas.

E se o desvio do septo nasal não for corrigido?
Em alguns casos pode haver dificuldade para respirar, por uma ou por ambas as narinas.
O desvio do septo nasal não corrigido cria predisposição para muitas patologias nasais, como sinusites, respiração bucal, cansaço, dificuldade para dormir bem, roncos e babação noturna.

E depois da cirurgia de correção do septo nasal?
Pode acontecer, após a cirurgia, o retorno do desvio à sua posição pré-operatória, sobretudo se ela foi feita em uma idade precoce.
Deve-se tomar uma medicação antibiótica para evitar infecção.
Deve-se lavar delicadamente o nariz por dentro, para evitar a formação de crostas e aderências.
Retornar à consulta para revisão, sempre que o seu médico recomendar.
A recuperação completa após a rinoplastia dura uma semana, em média
ABC medic

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: