Uma planta poderosa – Urucum e seus benefícios para saúde

13 abr 2017 | Comente | By


Urucun Naturalmente a curaNome popular: Urucum, Urucu, Urucuzeiro, Açafrão, Falso-açafrão
Nome científico: Bixa orellana L.
Família: Bixaceae.
Origem: América Tropical, incluindo Amazônia brasileira.
Propriedades: Estomáquica (favorece a digestão), tonificante do aparelho gastrointestinal, antidiarréica, antifebril (combate a febre), e antigripal.
Características: Arbusto grande ou árvore pequena, de 3 a 5 metros de altura. Flores róseas muito vistosas. Seu fruto é coberto por espinhos flexíveis de cor vermelha, esverdeada ou parda, com sementes de cor vermelha, de odor característico. É cultivada para uso doméstico e industrial, principalmente no Peru e em menor escala no Brasil, Paraguai e Bolívia.

O pigmento das sementes é usado desde os tempos remotos pelos indígenas do Brasil para pintar a pele, como ornamento ou como proteção contra insetos e queimaduras por exposição ao sol. É também amplamente utilizado como (mais…)

HEMORRÓIDA – Sintomas, causas e tratamento

12 abr 2017 | Comente | By

O que são hemorróidas?

HemorróidaHemorroidas são uma das causas mais comuns de sangramento nas fezes. Em casos mais graves, pode até provocar anemia.
A porção terminal do intestino é composta pelo reto, pelo canal anal. Como em qualquer outra parte do nosso corpo, esta região final do trato digestivo é vascularizada por artérias e veias, que recebem o nome de artérias e veias hemorroidárias, respectivamente.

Hemorroida é o nome dado a este conjunto de vasos que fica na região do canal anal. O que é popularmente conhecido como hemorroida é, na verdade, chamado em medicina de doença hemorroidária.
A maioria das nossas veias contém válvulas que ajudam o sangue a seguir sempre em uma mesma direção, impedindo seu retorno, mesmo quando contra a gravidade. Por exemplo, o sangue nas veias da perna corre sempre contra a (mais…)

Os benefícios e malefícios do chocolate (Feliz Páscoa)

09 abr 2017 | Comente | By

Conheça os benefícios e malefícios do chocolate

Ele está por a toda parte. A uma semana da Páscoa, fileiras de ovos de chocolate se multiplicam nos supermercados e nas docerias, exigindo muita força de vontade de quem não pode ou não quer sucumbir à tentação.
Altamente calórico, o chocolate é o vilão das dietas, mas pode ser consumido com moderação por pessoas saudáveis. Nutritivo, contém vitaminas e sais minerais, além de alto teor de flavonóides antioxidantes que podem ajudar a reduzir os riscos de doenças cardiovasculares e de substâncias precursoras da serotonina responsável pela sensação de prazer e bem-estar.
Para esclarecer as principais dúvidas e curiosidades a respeito dessa iguaria, ouvimos 17 profissionais da indústria de chocolate e das áreas de dermatologia, endocrinologia, nutrição, otorrinolaringologia, pediatria e psiquiatria.

Vamos as respostas?

1. Chocolate faz bem para a saúde?
Alguns estudos, não conclusivos, dizem que os antioxidantes presentes no chocolate amargo combatem os (mais…)

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Malária, sintomas, causa e tratamento

09 abr 2017 | Comente | By

malariaA malária ou paludismo,(obs:não é a febre amarela) como também é conhecida, é uma doença infecciosa que se desenvolve no fígado e destrói as células vermelhas do sangue. A infecção com esta doença acontece devido à picada do mosquito Anopheles fêmea. Dessa forma, a melhor forma de prevenção consiste em evitar ser picado, através do uso de repelente e proteções nas janelas, por exemplo.
Para o diagnosticar a presença da doença, existe um teste rápido, chamado teste da gota espessa, que utiliza uma gota de sangue para identificar a presença de um dos tipos de protozoários responsáveis pela doença.
A malária tem cura, mas para isso o tratamento deve ser iniciado rapidamente, pois caso a doença se (mais…)

Detox – dieta desintoxicante para uma boa saúde. Fique em forma

07 abr 2017 | Comente | By


A dieta detox é uma dieta desintoxicante. A dieta oferece um sentimento de limpeza de forma que seu corpo se sinta mais leve e saudável. A dieta é basicamente constituída por uma mudança alimentar onde você passa a ingerir somente alimentos que possuam, além componentes saudáveis, rígidos controles de toxinas e eliminação de produtos que ficam arraigados em seu interior e que fazem com que, a longo prazo, seu corpo passe a acumular gordura e consequentemente a engordar.

detoxO que é dieta Detox?
Como e quem pode fazer a dieta detox?

A dieta detox é basicamente uma faxina no corpo. Talvez nenhuma outra dieta que você tentou tenha surtido o efeito desejado por conta das toxinas que seu corpo já trás de longa data. Então este tipo de dieta desintoxicante deve ser o início de outras dietas que você possa vir a fazer. No final, toda dieta muda somente o nome, o método e os ingredientes.
A dieta detox é recomendada para pessoas que não conseguem dormir tranquilamente, sofrem com dores de cabeça e alta fadiga, fazendo com que no final do dia a pessoa se sinta altamente cansada e sem ânimo. Com tanta coisa negativa não ser humano que consiga ter força de vontade o suficiente para iniciar ou manter uma dieta na íntegra. Então a dieta detox deve ser o seu primeiro passo para iniciar sua mudança.
Os aditivos alimentares, agrotóxicos, álcool, tabaco, metais pesados, medicamentos, substâncias liberadas de embalagens plásticas, poluentes do ar e da água são chamados de xenobióticos, que são contaminantes químicos insolúveis,estranhos ao nosso organismo, geralmente armazenados no tecido adiposo (tecido de gordura). O seu acúmulo pode trazer prejuízo à saúde e ao funcionamento do corpo, sendo essas toxinas os gatilhos para o processo inflamatório e para doenças crônicas.
Tem por objetivo diminuir os impactos negativos (mais…)

Doenças transmitidas pelo beijo

06 abr 2017 | Comente | By

Um beijo é o ato ou efeito de tocar, pressionando, os lábios sobre pessoa, animal ou objeto querido ou com valor simbólico, geralmente para demonstrar carinho, afeto etc.
Um ato tão simples e que proporciona tanto prazer, tanto para quem dá como para quem recebe , também pode trazer muitos problemas se não tomadas algumas cautelas.
Conheça nesta matéria 7 de algumas doenças transmitidas pelo beijo.


As doenças que podem ser transmitidas pelo beijo são, na maioria, infecções por vírus, bactérias e fungos que são passados através da saliva ou gotículas de saliva, como gripe, mononucleose, herpes e caxumba, e os sintomas costumam ser febre baixa, dor no corpo, resfriado e caroços no pescoço.
Apesar de, geralmente, estas doenças serem de curta duração e curarem sozinhas, em algumas pessoas, podem ocorrer complicações, como a propagação da infecção para outros locais do corpo, e até atingir o cérebro.
Para evitar pegar estas doenças, é recomendado evitar o contato íntimo e beijos com pessoas desconhecidas, ou pessoas sem relação de confiança, porque, na maioria das vezes, não dá para saber se a pessoa está ou não doente.
As principais doenças que podem ser transmitidas pelo beijo são:

1. Mononucleose infecciosa

A mononucleose é uma doença contagiosa, causada pelo vírus Epstein-Barr, também conhecida como (mais…)

Aumentando a imunidade do seu organismo

06 abr 2017 | Comente | By

virus-imunidadeImunidade é um termo genérico que designa uma série de mecanismos presentes no organismo humano que têm como função realizar a defesa do corpo contra a invasão de agentes patogênicos, tais como vírus, bactérias e protozoários. Ocorrências comuns e às vezes dolorosas, como a inflamação da garganta ou a formação de pus numa área infectada são na verdade sinais da ação do sistema imunológico tentando restringir a ação de um micro-organismo invasor.
Tipos de imunidade

De maneira geral, existem dois tipos de imunidade: inata e adquirida.
Imunidade inata

A imunidade inata é aquela que o ser humano traz desde o nascimento. Este tipo de imunidade não possui a chamada memória imunológica e sua resposta à invasão de micro-organismos é inespecífica, pois ataca os patógenos de maneira sempre igual, como primeira e mais rápida linha de ação protetora. Há três tipos de componentes da imunidade inata: físico-químico (pele, mucosas, cílios), celular (glóbulos brancos ou leucócitos) e humoral (enzimas das secreções, mucosas e sangue).
Imunidade adquirida

A imunidade adquirida, por outro lado, diz respeito às adaptações realizadas pelo organismo para o combate específico de certos patógenos. Neste caso, falamos de memória imunológica, pois os leucócitos – células que compõem este tipo de imunidade – armazenam informações sobre o enfrentamento de um determinado invasor e, assim, melhoram suas chances de controle do micro-organismo em caso de nova invasão. Esta forma de imunidade pode ser adquirida após uma infecção inicial, ou seja, após contrair dengue, o organismo do paciente desenvolve (mais…)

1 2 3 4 5 465