Posts Tagged: presas

As 9 criaturas que podem ser consideradas “vampiros da vida real”

29 jul 2014

De acordo com a Wikipédia, Vampiros são seres folclóricos que sobrevivem se alimentando da essência vital de criaturas vivas, o sangue. Se isto é verdade, então podemos dizer que tais seres não são tão “folclóricos” assim, pelo menos não na forma de humanos. Esqueça os pernilongos, encontramos na natureza 9 animais e insetos que existem […]

Assim me tornei Lady Sádica

01 dez 2011

Revendo postagens antigas (data de  25/02/2011) , decidi trazer a tona um conto de minha autoria, vale apena relembrar. ↓ Como um sonho ou pesadelo, não sei definir ainda. O fato é que aconteceu, em dose dupla, realizado em um ato de necessidade… ”não minha”! Era final de uma linda tarde de verão, tinha terminado […]

JURASSIC PARK – Os Dinossauros no Second Life

25 ago 2010

O Parque dos Dinossauros, no Second Life, fui la conferir, musica la fica tocando e sons tétricos, você entra e logo percebe perigos ali existentes. Uma enorme muralha com cabos de aço, e concreto separam o visitante da selva. Você caminha e entra em laboratório de Gênesis das Criaturas, tem brindes, pterodactilos, e dinossauro mini, […]

Fisionomia de um vampiro

03 jul 2010

O Sangue: Desde os primórdios o sangue representa como ícone, o símbolo da vida. O sangue correndo por nossas artérias e veias, sempre significaram a continuidade do viver. A perda deste em demasia, significa a perda de consciência, respiração, movimentos e por que não dizer, a vida. Cabe ainda dizer que apenas nos vivos, este […]

Anatomia Vamp. O sangue… Substância Sublime

12 jun 2010

O Sangue: Sim! Nós bebemos do sangue dos que ainda respiram e o sangue humano é a substância mais sublime que nós podemos saborear. E também é a única. Ela satisfaz nossa fome, como a fome dos humanos, mas além disso, nos fornece uma incrível sensação de coito, como num ato sexual, só que muito […]

Monólogo de um Vampiro Psíquico

12 jun 2010

Monólogo de um vampiro psíquico: “Sou o Espírito da treva, a Noite me traz e leva; moro à beira irreal da Vida…”. Eu sou o mais tenebroso de todos os Vampiros. Não sinto gozo somente perfurando sensíveis membranas de jugulares virginais para sentir o sabor de hemoglobina. Embora algum débil tenha afirmado que “a alma […]